quinta-feira, janeiro 31

Volta ao Qatar: Napolitano vence, dia de azar para a Slipstream

Realizou-se hoje a penúltima etapa da Volta ao Qatar. A 5ª etapa com 170km sendo a maior da prova tornou-se no fim um desastre para a equipa Silpstream. E foi mesmo isso que aconteceu no quilómetro final, um choque entre Magnus Backstedt e Weylandt. O ciclista da Quick Step quando saiu da frente do pelotão onde tinha estado a “puxar” foi parar na trajectória de Backstedt (Slipstream) que vinha de trás. Julian Dean e Christopher Sutton ambos da Slipstream, também foram ao chão pois vinham na roda do seu companheiro de equipa. Seguiram-se mais dez corredores que não poderam desviar-se e também caíram, o que ficou pior foi Backstedt com uma possível fractura da clavícula.
Logo após a queda, Alberto Loddo(Tinkoff) conseguiu mais uma vez ultrapassar Boonen(QSI) no sprint final, mas desta vez não chegou para vencer a etapa pois Danilo Napolitano (Lampre) foi o mais rápido. Ontem Napolitano chegou a 8 min do grupo da frente mas hoje comemorando o seu 27º aniversário teve certamente uma motivação extra. Assim Loddo foi relegado para segundo lugar nesta etapa e Boonen para terceiro. Foi também a primeira vez que Napolitano conseguiu ganhar a Boonen numa discussão duma etapa. Destaque ainda para o brasileiro de Luciano Pagliarini(Saunier Duvall) que foi sexto na etapa de hoje.
Napolitano:"During the last two kilometres, I was behind Boonen. With 250m to go, De Jongh was taking care of launching Boonen. He then took command of things with 200 metres to go and I still had to go by De Jongh. I then anticipated on Tom Boonen’s sprint before winning the stage."


Classificação da etapa

1 Danilo Napolitano (Ita) Lampre 3.49.14 (44.50 km/h)

2 Alberto Loddo (Ita) Tinkoff Credit Systems

3 Tom Boonen (Bel) Quick Step

4 Francesco Chicchi (Ita) Liquigas

5 Nicolaï Trussov (Rus) Tinkoff Credit Systems

6 Luciano André Pagliarini Mendonca (Bra) Saunier Duval - Scott

Classificação Geral após a 5ª etapa

1 Tom Boonen (Bel) Quick Step 12.38.07 h

2 Steven De Jongh (Ned) Quick Step 0.17

3 Greg Van Avermaet (Bel) Silence - Lotto 0.30

Site oficial.

Fotos, mais fotos.

Vídeo da etapa, vídeo da queda.

Podem ver a última etapa amanhã (dia 1) a prtir das 9h no cycling tv, ou ainda na eurosport.(neste forúm tem um link só disponível na hora para a eurosport).

quarta-feira, janeiro 30

Volta ao Qatar: Vitória para Alberto Loddo, Boonen é segundo

A 4ª etapa da Volta de 137km ao Qatar realizou-se hoje mais uma vez com vento forte e ainda a precária preparação física de alguns corredores fez com que o grupo da frente acabasse a corrida com apenas 40 ciclistas, destaca-se a falta de Napolitano (Lampre) neste. Começou com algumas tentativas de fuga a etapa, e ao quilómetro 18 já havia oito ciclistas que tentavam a sua sorte. Apesar do número de ciclistas a vantagem máxima durante os 55km que durou esta fuga foi apenas de 1.30m.

O sprint final de hoje deu oportunidade a mais corredores já que não houve um ritmo tao elevado na aproximação à meta como nos dias anteriores. Com o sprint lançado era Boonen(QSI) que ia na frente, mas surgiu um corredor que com uma excelente recuperação surpreendeu toda a gente ultrapassando o camisola amarela já nos últimos metros. Alberto Loddo (Tinkoff) que já ganhou esta prova em 2003, conseguiu assim a sua primeira vitória da época relegando Boonen para 2º lugar e Siedler (SKS) para 3º no final da etapa.

Tom Bonnen continua líder da prova. Em 2º e 3º continuam Steven De Jongh(QSI) e Greg Van Avermaet (Sil-Lotto) respectivamente.

Alberto Loddo:"It was a fantastic stage. It’s a huge satisfaction for me and the whole team. It’s the first race of the year. I really have to thank my team mate Trussov who did a fantastic job helping me to get into the wheels of the Quick Step riders in the last kilometre and a half. It’s great to win five years after triumphing here in Qatar. Racing in Qatar is rather special because it’s so windy. The speed is amazing during the whole stage and we ride at speeds of around 50km/h. It’s my second stage win here after 2002. The year starts well."

Classificação final da 4ª etapa:

1 Alberto Loddo (Ita) Tinkoff Credit Systems 2.44.33

2 Tom Boonen (Bel) Quick Step

3 Sebastian Siedler (Ger) Skil-Shimano

4 Angelo Furlan (Ita) Credit Agricole

5 Paolo Bossoni (Ita) Lampre

Classificação Individual após a 4ª etapa:

1 Tom Boonen (Bel) Quick Step 8.48.57

2 Steven De Jongh (Ned) Quick Step 0.18

3 Greg Van Avermaet (Bel) Silence - Lotto 0.26

4 Christopher Sutton (Aus) Slipstream p/b Chipotle 0.32

5 Jurgen Roelandts (Bel) Silence - Lotto 0.36

Site oficial.

Vídeo com srint final, à direita da página.

Vídeo com resumo da etapa.

Fotos, mais fotos.

Poderás ver em directo os últimos quilómetros da etapa de amanhã a partir da 12h(meio dia) neste link.

terça-feira, janeiro 29

Volta ao Qatar: Nova vitória para Boonen

Mais uma etapa, mais uma vitória para Boonen (desta vez eu vi em directo). Uma etapa com 147 km e muito vento o que fez o pelotão separar-se algumas vezes, mas nos últimos 20 km houve um grupo de 30 ciclistas que se conseguiram juntar à frente da corrida. A partir daí o ritmo aumentou e os companheiros de Boonen com grande esforço lá conseguiram dar mais uma vez, a vitória a este.
Acho que a única maneira de alguém ganhar ao Boonen nesta prova é se partir para o sprint à frente dele, porque depois de lançado já ninguém o consegue ultrapassar. Não é fácil pois os seus companheiros impõem um forte ritmo e ele costuma ir em 3º ou 4º no pelotão, na roda dos companheiros de equipa que vão saindo à medida que se aproximam da meta.Quando o sprint é lançado ele sai sempre na frente. Assim as outras equipas interessadas, (Sillence-Lotto, Lampre) ou metem alguns na frente a puxar para os seus sprinters virem na roda, ou parece-me muito difícil irem na roda de Boonen e conseguirem ultrapassá-lo, como tentaram ontem e hoje......


Classificação da etapa

1 Tom Boonen (Bel) Quick Step 3h 29' 41"

2 Danilo Napolitano (Ita) Lampre mt

3 Steven De Jongh (Ned) Quick Step mt

4 Greg Van Avermaet (Bel) Silence-Lotto mt

5 Chris Sutton (Aus) Slipstream Chipotle a 2 seg


Classificação Geral após a 3ª etapa

1 Tom Boonen (Bel) Quick Step
6h 04' 30"

2 Steven De Jongh (Ned) Quick Step a 13 seg

3 Greg Van Avermaet (Bel) Silence-Lotto a 23 seg


Site oficial.

Vídeo com resumo da etapa.

Fotos, mais fotos.

Amanhã a partir do 12h podes ver a etapa em directo neste link.

Quedas, quem já não teve?!!

Toda a gente já caiu de bicicleta, nem que seja quando era pequeno....Eu quando fazia os meus treinos de estrada há alguns anos atrás, tive 4 quedas:

A 1ª fui contra um carro; vá lá que ia devagar. Ganhei uma boleia para casa mas tive que pagar uma roda da frente nova. :(
A 2ª foi daquelas que numa curva a bicicleta foge e lá fui eu a deslizar pelo chão até à berma.
A 3ª foi um carro que me bateu de lado (mas só bateu na roda de trás)numa rotunda, pois não me deu prioridade, desta vez ele pagou a roda. :)
A 4ª já todos a tiveram, parei a bicicleta mas o sapato com pedal de encaixe não saiu........
Felizmente em nenhuma tive traumatismos, ao contrário da minha bike!!

Ficam aqui alguns vídeos:




segunda-feira, janeiro 28

Volta ao Qatar: Boonen já lidera

Tom Boonen(QSI) venceu a primeira etapa do Tour do Qatar deste ano e já é líder. Uma etapa agitada de 137 km que logo ao terceiro quilómetro o pelotão separou-se em vários grupos.Com um vento forte a sentir-se em toda a etapa os comandados de Boonen aproveitaram e impuseram um ritmo forte. Na primeira hora o 1º grupo já só com 24 ciclistas fez uma média de 57km/h, Steven De Jongh (QSI) ganhou o 1º sprint do dia sendo Boonen o vencedor do segundo. A 30km da meta houve um grupo de perseguidores com cerca de 30 ciclistas que tentou colar no grupo da frente mas a diferença apenas de 12 seg não foi suficiente. No fim, o grupo da frente já só com 13 ciclistas e com uma média de 55. 5km/h discutiu ao sprint a vitória da etapa sendo Boonen o mais forte, somando assim, mais uma vitória às doze que já tinha nesta prova. Em 2º chegou o seu compatriota Van Avermaet(Sil-Lotto) que assim veste a camisola da juventude e Danillo Napolitano não foi além do 3º lugar. Amanhã segue-se a 2ª etapa com 147km onde mais uma vez, o vento poderá ser um factor determinante.

Classificação da etapa

1. BOONEN Tom QUICK STEP 2h 28' 37"

2. VAN AVERMAET Greg SILENCE – LOTTO 2h 28' 37"

3. NAPOLITANO Danilo LAMPRE 2h 28' 37"

4. SUTTON Christopher SLIPSTREAM CHIPOTLE 2h 28' 37"

5. ROELANDTS Jurgen SILENCE - LOTTO 2h 28' 37"


Classificação Geral após a 2ª etapa

1. BOONEN Tom QUICK STEP 2h 34' 59"

2. DE JONGH Steven QUICK STEP 2h 35' 08" + 00' 09"

3. VAN AVERMAET Greg SILENCE - LOTTO 2h 35' 13" + 00' 14"

Ver em directo a 3ª etapa neste link. Começa as 12h do dia 29, no meu PC só dá no windows explorer.....

Video com resumo da 2ª etapa.

Fotos.

Martín Garrido vence a 2ª edição do Tour San Luis

Acabou ontem a última etapa e o vencedor foi mais uma vez Juan Haedo(CSC) batendo ao sprint Maximiliano Richeze 2,º e em 3º Gil Cordovés. Num dia com o sol a aparecer houve algumas fugas mas o pelotão acelerou e chegaram todos juntos no fim sendo a etapa mais rápida com uma média de 50 km\h . Martin Garrido venceu a sua primeira prova por etapas da carreira, numa prova que liderou do princípio ao fim, acabou com uma vantagem de 1.06min sobre o 2º classificado Gerardo Fernández (San Luís) e 1.09min para o 3º Jorge Giacinti (Scott-Marcondes), este que venceu o ano passado. Com a camisola dos pontos e da juventude ficou o brazileiro Magno Prado (Scott/Marcondes), a da montanha foi para Carlos Ochoa (Team Diaquigiovanni) e por equipas foi a San Luis a vencedora ficando a equipa algarvia em 3º. A Palmeiras Resort-Tavira começa assim a época logo com 3 vitórias, relembrar que Garrido venceu também o prólogo e o contra-relógio da 3ª etapa. Já o ano passado tinha corrido bem aos comandados de Vidal Fitas, mas este ano sai daqui como protagonista o que só vem demonstrar o nível do ciclismo português. De destacar que esta prova é uma das mais importantes na América do Sul contando inclusive com duas equipas do Pro Tour, Saunier-Duvall e CSC, a última esteve presente com os irmãos Schleck, nomes de nível mundial, o que torna esta prova ainda mais vista na Europa. É de prestações destas que o ciclismo português precisa...Parabéns Garrido!! Parabéns Palmeiras Resort-Tavira!!

Site oficial.

Fotos, mais fotos.

Resultados finais.

domingo, janeiro 27

Volta ao Qatar: Quick Step vence primeira etapa

Hoje realizou-se a 1ª etapa da Volta ao Qatar. Um contra-relógio por equipas de 6km e à semelhança do ano passado a equipa Quick-Step venceu. Com o tempo de 6.35 minutos numa média de 54,6km\h o primeiro a atravessar foi Matteo Tosatto e veste camisola amarela amanhã. Em 2º chegou a equipa Slipstream apenas com mais 2 segundos e com mais 5 seg do que o primeiro ficou em 3º a Skill Shimano.
Matteo Tosatto:"It’s a nice way of starting the year. It’s our team’s first race and the first one for Tom (Boonen). We’re happy because we win for our first outing. Last year we won this team time-trial and we repeat our performance. It’s an important success because there have been a lot of stories that have nothing to do with cycling. We went for a training camp in Spain just before arriving here in Qatar and we prove that we’ve worked well over there.
It’s clear that our race leader is Tom (Boonen). We’ll see what happens for tomorrow’s stage. The most important was to start well this Tour of Qatar."

Site oficial.

Fotos.

A próxima etapa é amanhã começando ao meio dia, 12h (hora Lisboa) e irá dar em directo e de graça no CyclingTV.

Balanço do Tour Down Under

Com o final da última etapa Greipel
confirmou o seu estatuto de vencedor do TDU. Afirmou que mesmo depois de ter ganho a Down Under Classic no domingo passado, nunca esperaria acabar hoje em primeiro. Em 2º ficou o australiano Allan Davis a 15seg e que ainda procura equipa para esta época e em 3º na Geral ficou a “minha aposta”, Jose Rojas Gil(CGE) a 48 seg do vencedor.Philippe Gilbert(FJDeux) ganhou a camisola da montanha, Greipel a dos pontos e Jose Rojas Gil a da juventude.A melhor equipa foi a Française de Jeux que assim também fica à frente no Ranking Pro Tour.

Uma prova muito disputada com etapas de grande calor onde os franceses muito participativos, entraram em todas as fugas do dia. Apesar de nenhuma ter conseguido o seu principal objectivo, alguns ciclistas tiraram grandes proveitos; Mickael Delage e Mickaël Buffaz ficaram em 4º e 5º na classificação geral graças aos bónus ganhos nos sprints intermédios. A 5ª etapa com o monte Willunga a ser decisivo retirou um dos grandes favoritos na discussão pela vitóra final, Mark Renshaw(CA). Com o final do TDU, Greipel lídera o ranking do Pro Tour com 62 pontos, seguido de José Rojas Gil(CGE) com 38 pontos e em 3º Mickael Delage (FdJeux) com 30.

Um balanço muito positivo para a primeira corrida fora da Europa pertencente ao Pro Tour. Todos os intervenientes a elogiar a organização, muito público ao longo das etapas e apesar da forma física dos ciclistas ainda ser de início de época, houve uma grande disputa entre diversos ciclistas, incluindo australianos. Andre Greipel o ciclista do momento estará presente em princípio no Paris-Nice vestindo a camisola branca, líder do ranking Pro Tour.Acham que se vai manter assim?Será o sprinter revelação deste ano?!Veremos....Sei é que o director da Team High Road com mais um sprinter a este nível, irá ter uma dor de cabeça, na escolha do líder de equipa, nomeadamente na Milan SanRemo(Cavendish, Eisel, Ciolek).....

Classificação Final

1 Andre Greipel (Ger) Team High Road 18.46.18

2 Allan Davis (Aus) Unisa - Australia 15s

3 Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Caisse D'Epargne 33s

4 Mickael Delage (Fra) Francaise Des Jeux 37s

5 Mickael Buffaz (Fra) Cofidis Le Credit Par Telephone mt

6 Jose Alberto Benitez Roman (Spa) Saunier Duval-Scott 39s

7 Kjell Carlstrom (Fin) Liquigas mt

8 Luis Leon Sanchez Gil (Spa) Caisse D'Epargne 41s

9 Richie Porte (Aus) Unisa - Australia mt

10 Stuart O’Grady (Aus) Team Csc 42s

Vídeo com várias reportagens e entrevistas dos protagonistas, clicar com o botão esquerdo.

Classificação.

Greipel vence Tour Down Under

Andre Greipel(High Road) já chamado “O Gorila” (bem se podia dizer que nesta semana tornou-se o King Kong), tem sido a revelação deste ano, confirmando hoje ao vencer o Tour Down Under.
Num circuito urbano com 16 voltas num total de 88km e dois sprints pelo meio, as equipas interessadas(Unisa-AUS e Team High Road), não deram qualquer hipótese a fugitivos pois Greipel e Davis (Unusa-AUS) estavam separados por apenas 7 seg.No entanto algum francês tinha que se destacar!! Foi mais uma vez o jovem ciclista Yoann Offredo (FDJ) que andou pouco mais que uma volta isolado pois vinha aí o primeiro sprint e Allan Davis queria ganhar alguns segundos a Greipel . Assim o fez; diminui a diferença entre eles para 4 seg. Greipel no fim sentiu-se injustiçado afirmando que Karl Menzies(Unisa-AUS) dificultou-lhe a passagem durante o 1º sprint. Após isto foi a equipa de Greipel a assumir o comando para que este reconquistasse a vantagem inicial, apesar de vencer o 2º sprint só ganhou um segundo pois Davis foi 2º. Entretanto faltavam já 29 km para a meta e ainda houve algumas tentativas de fuga, mas logo anuladas.

Sempre com muito público ao longo da etapa o pelotão aproximava-se do fim e para ganhar o TDU, Davis teria de vencer a etapa e Greipel não poderia ficar no pódio. Á entrada para a recta da meta era um ciclista da Team High Road que preparava o sprint na frente do pelotão seguido de Davis, e Greipel logo atrás. No entanto foi Forster que lançou o primeiro ataque e que PODER!!! Parecia mesmo que ia ganhar se não fosse a excelente recuperação de Greipel!!! Greipel de novo, implacável, venceu mais uma etapa estabelecendo o recorde de quatro etapas ganhas nesta prova. Em 2º ficou Forster(Gerolsteiner) e 3º Graeme Brown (Rabobank).

Forster:"My sport director told me before the race, you don't have to think about the jersey, just try to do your own sprint and win. I'm really proud of it, my team is proud of me, everyone trusted me, I'm happy to be in Australia for the first time and win my first ProTour race."

Classificação da etapa

1 Andre Greipel (Ger) Team High Road 1.51.13

2 Jan Robert Forster (Ger) Gerolsteiner

3 Graeme Brown (Aus) Rabobank

4 Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Caisse D'Epargne

5 Robbie McEwen (Aus) Silence-Lotto

Vídeo com resumo da etapa.

Resumo detalhado da etapa em texto.

Fotos, mais fotos(Graham Watson).

Vídeo com resumo global do TDU.

Tour de San Luis 2008: Martin Garrido reforça liderança

Apesar do 19º lugar na etapa de hoje, Martín Garrido consegue manter a liderança, aliás aumentou a vantagem para o 2º classificado que agora é Gerardo Fernadez (San Luis) para 1.06m. A etapa rainha contou com um subida no fim, de 5km com média de 15% de inclinação e ainda chuva intensa nessa última parte. A equipa Palmeiras Resort-Tavira tentou controlar a corrida não havendo grandes movimentações antes da subida final. Após o primeiro sprint do dia houve uma fuga de dois trios, sem êxito, estiveram separados entre eles por 30 seg e alguns minutos sobre o pelotão. O primeiro a chegar ao topo foi Carlos Ochoa (Diquigiovanni) ganhando a sua primeira prova como profissional, em 2º chegou Beñat Intxausti (Saunier Duval) juntamente com José Serpa (Diquigiovanni) a 6seg do vencedor.

Com a ajuda da sua equipa Martin Garrido reforçou a liderança entrando para a última etapa com a vitória do Tour quase garantida apesar de amanhã muitos corredores certamente tentarão a sua sorte numa fuga.

Martìn Garrido: "Los dìas claves fueron la tercera etapa y la de hoy. Mañana serà màs relajado en cuanto al terreno pero no en la competencia. Debo agradecer al equipo que otra vez volviò a hacer un gran trabajo. Para ganar aùn falta: todavía debemos cruzar la línea de meta".

Classificação da 5ª etapa

1)Carlos Ochoa (Team Diaquigiovanni) 3h 50m 25s

2)Beñat Intxausti (Saunier Duval) a 6s

3)José Serpa (Team Diaquigiovanni) a 6s

4)Frank Schlek (Team CSC) a 17s

5)Jackonson Rodríguez (Team Diaquigiovanni) a 23s

Classificação Geral

1)Martín Garrido (Palmeiras Resort-Tavira) 11h 54m 18s

2)Gerardo Fernández (San Luis Argentina) a 1m 06s

3)Jorge Giacinti (Scott/Marcondes) a 1m 09s

4)José Serpa (Team Diaquigiovanni) 1m 10s

5)Magno (Prado Scott/Marcondes) a 1m 11s


Site oficial.

Ver fotos, mais fotos.

sábado, janeiro 26

Tour Down Under: O Sonho de Greipel

Mais um dia quente, mais uma vitória para Andre Greipel(High Road), o ciclista alemão atravessa o maior momento da sua carreira. Hoje conseguiu aguentar o ritmo elevadíssimo no Willunga Hill imposto pelo seu colega Adam Hansen que causou grandes estragos no pelotão. No fim era um grupo de quarenta corredores no qual Greipel venceu ao sprint pela quarta vez desde que chegou, terceira no Tour Down Under.O 2º lugar foi para Allan Davis(Unisa-AUS) e 3º para Jose Benitez Roman (Saunier Duval).

A etapa teve uma fuga que começou ao quilómetro 20, três ciclistas tentaram a sua sorte (Greg Henderson (High Road), Carlo Westphal (Gerolsteiner) que foi o mais rápido no sprint intermédio e Aitor Glados (Euskatel). Mais tarde juntaram-se os franceses, Renaud Dion (AG2R Mondiale) e Julien Mazet (Astana), é claro que os franceses não podiam falhar um dia sem entrarem numa fuga!! Este grupo chegou a ter uma vantagem de 5 minutos mas uns quilómetros antes do Willunga Hill foram alcançados.

No Willunga Hill David Moncoutie(Cofidis) foi o primeiro a atravessá-lo logo seguido de Luis Leon Sanchez(CSC) e Philippe Gilbert(FDJeux) que já é o vencedor da camisola da montanha nesta edição, os três ainda conseguiram uma vantagem de 10 segundos sobre o grupo de Greipel mas não foi suficiente. Quem ficou para trás foi o camisola amarela Mark Renshaw que no fim chegou a um minuto do alemão.

A última etapa tem um percurso de 88km com várias voltas em Adelaide. Com Greipel a liderar a classificação geral por apenas 7 segundos de Allan Davis irá certamente haver uma grande disputa pelas bonificações nos sprints intermédios tal como no fim da etapa, será uma corrida agitada. A etapa começa logo depois de almoço na Austrália sendo 4h da madrugada cá.Podem assistir em directo através de texto no site oficial.

Resultados da etapa

1 Andre Greipel (Ger) Team High Road 3.26.46

2 Allan Davis (Aus) Unisa - Australia

3 Jose Alberto Benitez Roman (Spa) Saunier Duval-Scott

4 Philippe Gilbert (Bel) Francaise Des Jeux

5 Michael Albasini (Swi) Liquigas

49 Mark Renshaw (Aus) Credit Agricole a 0.56seg

Classificação final para a última etapa

1 Andre Greipel (Ger) Team High Road 16.55.18

2 Allan Davis (Aus) Unisa - Australia 0.07

3 Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Caisse D'Epargne 0.20

4 Mickael Delage (Fra) Francaise Des Jeux 0.24

5 Mickael Buffaz (Fra) Cofidis Le Credit Par Telephone


Site oficial.

Video da etapa.

Resumo detalhado em texto da etapa, clica aqui.

Vídeo com resumo da etapa de hoje e previsão parta amanhã (Phil Liggett).

Vídeo com entrevistas dos protagonistas.

Fotos, outras fotos (Graham Watson)

Perfil da etapa de amanhã.

Diário de Henrich Haussler (Gerolsteiner) em inglês.


Tour de San Luis 2008: Garrido com nova vitória

Martín Garrido ganhou mais um contra-relógio na Argentina, este com cerca de 19km foi percorrido em 24.05m dando 17seg ao 2º classificado Guillermo Brunetta e 31seg ao 3º Matías Médici. Com este crono houve uma restruturação na geral individual com os sprinters à excepção de Garrido a saltarem do top 10 da classificação.Martin Garrido teve alguma sorte pois o dia começou com mau tempo, chuva e vento e foi melhorando, até que quando foi a sua vez apenas caíam algumas pingas. Assim o ciclista da equipa algarvia cimenta a liderança ficando com 47seg sobre o 2º classificado e 1.11m do 3º.
Relembro que amanhã a etapa acaba com uma subida de 5km com média de 15% de inclinação(1ª categoria)...Não é para qualquer um!!Pelo que me consegui informar a maior ameaça vem do 3º classificado o jovem brasileiro Magno Prado e do 4º classificado Gerardo Fernández vencedor do troféu Joaquim Agostinho em 2005 pois estes para além de bons conra-relogistas são bons trepadores também. Com esta vantagem significativa como é que acham que Martín se vai portar amanhã?

Martín Garrido: "Gracias a Dios pude ganar. Salí con la intención de no perder tiempo, pero no imaginaba el triunfo. Sé que tengo una ventaja importante en el bolsillo, pero mañana será clave. A mí me gusta el día a día y ahora sólo debo pensar en mañana. Espero que éste sea un buen inicio de temporada para mí".

Classificação final da etapa




1

Martín Garrido

Palmeiras Resort-Tavira

0:24:05

2

Guillermo Brunetta

San Luís

+ 0.17

3

Matías Medici

Scott-Marcondes

+ 0.31

4

Magno Prado

Scott-Marcondes

+ 0.45

5

Gerardo Fernández

San Luís

+ 0.53

Classificação Geral

1

Martín Garrido

Palmeiras Resort-Tavira

8:03:18

2

Guillermo Brunetta

San Luís

+ 0.44

3

Magno Prado

Scott-Marcondes

+ 1.11

4

Gerardo Fernández

San Luís

+ 1.18

5

Jorge Giacinti

Scott-Marcondes

+ 1.21


Site oficial
.

Altimetría da etapa de amanhã.

Tour do Qatar começa amanhã

Amanhã, domingo, começa a 6ª edição da Volta ao Qatar que é organizada pela A.S.O (Amaury Sport Organisation), organização que também é responsável pelo Tour de France, Paris-Roubaix e Paris-Nice esta época. Nos últimos anos a volta ao Qatar, tem sido palco de emocionantes chegadas, este ano mais uma vez conta com alguns sprinters de nível mundial que vêm com o objectivo de preparar a época.Todos estes factores faz desta prova a mais mediática do calendário da Ásia da UCI.

Na edição de 2006 Tom Boonen(Quick-Step) foi o vencedor, mas o ano passado já com a camisola amarela este passou-a para o seu colega de equipa Wilfried Cretskebs depois de terminado a penúltima etapa numa fuga.

Este ano são seis as etapas que os ciclistas têm de que percorrer.Uma prova onde em princípio irá ser discutida entre sprinters mas que começa com um contra-relógio por equipas de 6kms seguido depois com cinco etapas planas sendo a penúltima a maior, 170km.
Vão estar presentes algumas das equipas do Pro Tour principalmente as que tem sprinters como líderes de equipa, Milram, Quick Step e Liquigas. Tom Boonen será o o grande favorito pois já ganhou 11 etapas nesta prova. Creio que a maior ameaça para este virá do italiano Danilo Napolitano (Lampre), um grande sprinter também, conta com etapas ganhas no Giro, e no útlimo Tour alguns lugares no pódio, penso que seja o único que lhe possa fazer frente.O que é que acham?!Outros ciclistas que tentaram surprender serão Van Avermaet, um jovem da Silence-Lotto que o ano passado ganhou uma etapa nesta volta, Francesco Chicchi (Liquigas) e ainda Anthony Geslin (Bouygues Telecom).
Ainda de destacar a presença do ex campeão francês Thomas Voeckler, Nick Nuyens e Leif Hoste...acho que despensam apresentação!!

Eu cá aposto no Boonen pois já provou que é o ou dos melhores sprinters(top 5) da actualidade e os outros que meto ao mesmo nível não estão presentes(Petacchi, Freire...).

O ano passado esta volta proporcionou fotos espectaculares mas queria destacar logo a primeira ao carregaram neste link, foi uma das fotos mais votadas no cyclingnews.

Podem ver esta prova em directo pela Cycling TV, já que esta, eles deixam ver de graça.Começa amanhã de manhã às 9h, hora portuguesa.

Site oficial

Start List

Detalhe das etapas

Vídeos de todas as etapas do ano passado, Cycling TV

No meu pc só consigo ver os videos do cycling tv no Windows Explorer, no Firefox na consigo....

Série de vídeos mais resumidos do ano passado para recordar.

1ª etapa.

2ª etapa.

5ª etapa.

sexta-feira, janeiro 25

Tour Down Under: Greipel o "Papão" na Austrália

O vencedor foi novamente Andre Greipel (Team High Road), este rapaz de 25 anos já tinha avisado que vinha cá para ganhar com a vitória na clássica e hoje confirmou-o mais uma vez. Greipel em anos anteriores nunca tinha ganho nada ao nível do Pro Tour, atravessa agora um excelente momento de forma, parece que é o seu ano de afirmação a este nível.Uma etapa com 134 km algo atribulada devido ao extremo calor e a ventos laterais o que provocou grandes cortes no pelotão durante a corrida(2 grupos chegaram a estar separados por 2 minutos), mas foram poucos que ficaram para trás no fim.Depois duma primeira fuga logo na primeira metade da corrida ser anulada, e posteriores tentativas (Stuart O’Grady duas vezes) foi já na 2ª parte do percurso que alguém conseguiu. Javier Aramendia da Euskaltel andou sozinho 48km, chegou a ter 3.20m sobre o pelotão, mas a 6 quilómetros da meta foi alcançado, notava-se já o seu extremo desgaste.

A 1km da meta um corredor da Astana salta do pelotão ao qual este respondeu de imediato e na viragem para a recta final(600m), era Hayman(Rabobank) que liderava e preparava o sprint, momentos seguintes este desviou-se sobre a trajectória doutro ciclista, Elia Rigotto-Milram,(bem, foi cá uma cabeçada!!!) Hayman foi projectado para o chão acabando por fracturar uma clavícula à qual jà foi operado com sucesso. O ciclista italiano foi desqualificado.

Com Renshaw a ser ultrapassado mais uma vez por Greipel, este conseguiu a segunda vitória. Renshaw foi 2º e José Rojas Gil 3º repetindo o feito da 1ª etapa. O ciclista australiano da Crédit Agricole continua líder mais um dia e líder também da classificação dos pontos, Philipe Gilbert(FDJeux) amealhou mais uns pontos para a sua camisola da montanha.

Amanhã pode ser o dia decisivo com o monte Willunga (recordo 3,5km com média de 10% de inclinação) a 20km da meta. Irão haver certamente insatisfeitos a tentar a sua sorte em ataques, será a grande oportunidade deles. Eu cá aposto numa grupo de meia dúzia de ciclistas a chegarem isolados......

André Greipel:"I felt not so good the whole stage, it was really busy today. There were a lot of breakaways and a lot of wind today, I think everybody was a little pissed off because of the wind today. But at the end we were lucky and second win in Tour Down Under."

Resultados da etapa

1 Andre Greipel (Ger) Team High Road 3.14.46h (41.280 km/h)

2 Mark Renshaw (Aus) Credit Agricole

3 Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Caisse D'Epargne

4 Matthew Harley Goss (Aus) Team Csc

5 Denis Flahaut (Fra) Saunier Duval-Scott

Classificação Geral após a 4ª etapa

1 Mark Renshaw (Aus) Credit Agricole 13.28.38

2 Andre Greipel (Ger) Team High Road 0.04

3 Allan Davis (Aus) Unisa - Australia 0.07

4 Jose Rojas Gil (Spa) Caisse D'Epargne 0.14

5 Graeme Brown (Aus) Rabobank mt


Site oficial
.

Vídeo da 4ª etapa e previsão para amanhã (Phil Liggett).

Resumo detalhado em texto da etapa, clica aqui.

Fotos, outras fotos.

Resumo do dia de Henrich Haussler(Gerolsteiner), clica aqui.

Altímetria da etapa de amanhã.

Tour de San Luis 2008: Garrido 2º mas continua líder

Depois dum bom 2º lugar na etapa de ontem Martin Garrido da Palmeiras Resort-Tavira continua líder. A 2ª etapa de 168km marcada por alguma chuva teve um desfecho bastante rápido já que o pelotão acelerarou o seu ritmo apesar das fugas terem sido controladas, uma etapa com média de 45,5 km\h.Com muita gente a assistir, o final acabou em sprint e o vencedor foi Maximilian Richeze, Garrido 2º e Hannibal Borrajo ficou em 3º lugar. Lucas Haedo continua líder da montanha pois foi 1º no Alto Papagayos. Hoje será um dia muito importante pois é um contra-relógio de 20km onde certamente o ciclista da equipa algarvia irá tentar ganhar como fez no prólogo cimentando assim a sua liderança.

Martín Garrido: "La crono de mañana será clave, pero la subida de la última etapa será decisiva. Esta carrera se va a disputar hasta el último minuto. Ser líder en mi país es hermoso".

Classificações Provisórias

Segunda Etapa

1)Maximiliano Richeze Selección Argentina 3h42m56s

2)Martín Garrido Palmeiras Resort Tavira mt

3)Aníbal Borrajo Colavita USA mt

4)Matti Brechel Team CSC mt

5)Angel Darío Colla Chivilcoy mt

Geral individual após 2ª etapa

Martín Garrido Palmeiras Resort Tavira 7h39m13s

Maximiliano Richeze Selección Argentina a 4s

Aníbal Borrajo Colavita USA a 7s

Alejandro Borrajo Colavita USA a 9s

Angel Darío Colla Chivilcoy a 14s

Site oficial.

Altimetría da etapa de amanhã.

quinta-feira, janeiro 24

Tour Down Under: Vitória "fácil" para Allan Davis

Allan Davis que tem vindo a melhorar de dia para dia, hoje foi o vencedor, com uma arrancada fortíssima a 100 metros da meta não deu qualquer hipóteses aos seus adversários...Em 2º ficou Mark Renshaw que recupera assim a camisola de líder e 3º Mathew Hayman colega de equipa de Brown.Foi uma etapa de 139 km em que mais uma vez um frances entrou na fuga, Mickael Delage (FDJ), os outros Kjell Carlstrom (LIQ) e o australiano (UniSA-AUS).Esta iniciou-se ao km 17 e chegou-se mesmo a pensar que conseguiriam chegar isolados pois a 30km da meta ainda tinham uma vantagem de 4 minutos.Apesar do bom entendimento dos fugitivos era o francês que levava a melhor nas metas intermédias do dia. A 3km do fim foram alcançados ......... mais uma chegada ao sprint.

Allan Davis que nos últimos meses tem gerado alguma controvérsia pois supeitava-se do seu envolvimento na Operção Puerto, mas que posteriormente foi ilibado.O 2º classificado do Milan/San Remo do ano passado onde representava a Discovery ainda procura equipa para esta época, mas, devido a essa mancha (operção Puerto) no seu currículo está difícil, esperemos que esta victória venha ajudá-lo...Philipe Gilbert consolidou a camisola da montanha amealhando mais alguns pontos enquanto que Renshaw conquista a camisola dos pontos e recupera a de líder....

Amanhã os ciclistas começam à 00.30h(Hora Lisboa), e irão percorrer 134km, no fim se não houver surpresas será mais uma discussão para os sprinters.Poderão acomanhar com um texto em directo no site oficial.

Classificação na etapa

1 Allan Davis (Aus) Unisa - Australia 3.13.48h

2 Mark Renshaw (Aus) Credit Agricole

3 Mathew Hayman (Aus) Rabobank

4 Davide Vigano (Ita) Quick Step

5 Andre Greipel (Ger) Team High Road

Classificação Geral após a 3ª etapa

1 Mark Renshaw (Aus) Credit Agricole 10.14.00h

2 Allan Davis (Aus) Unisa - Australia 0.02

3 Andre Greipel (Ger) Team High Road 0.06

4 Graeme Brown (Aus) Rabobank

5 Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Caisse D'Epargne 0.10

Site oficial.

Resultados oficiais da etapa e geral, clica aqui.

Ver resumo e entrevistas aos ciclistas, clica aqui.

Ver fotos, outras fotos.

Resumo detalhado em texto da etapa, clica aqui.

Resumo do dia por Henrich Haussler(Gerolsteiner), clica aqui.

Perfil da etapa de amanhã, clica aqui.

Tour de San Luis 2008: Garrido mantém liderança

Apesar do 5º lugar na etapa Martín Garrido continua de amarelo.Na primeira etapa da corrida José Haedo foi o 1º a cortar a meta batendo ao sprint Maxilimiano Richeze e Gil Cordoves, 2º e 3º classificados respectivamente.

A etapa de 168km começou com chuva o que proporcionou alguns cortes no pelotão este que à chegada só contou com 90 ciclistas incluindo todos os da equipa algarvia. Halter Perez veste a camisola dos pontos depois de ter ganhos duas metas de sprints bonificados e Luke Haedo, irmão mais novo do vencedor veste a camisola da montanha. De lamentar, que houve 3 feridos em quedas com várias fracturas, fémur, punho, clavícula.

Amanhã o pelotão parte às 16.45h(hora Lisboa) para um percurso de 168km que pelo meio tem uma montanha de 3ª categoria acabando com uma de 2ª, veremos o que os ciclistas de Vidal Fitas conseguirão fazer amanhã, principalmente David Blanco que irá lutar pela cassificação geral.

Classificação da etapa

1) Juan José Haedo CSC 3h51m57
2) Maximiliano Richeze Sel.Arg) mt
3) Gil Cordovès Tecos Trek mt
4) Alejandro Borrajo Colavita mt
5) Martín Garrido Palmeiras mt

Cassificação Geral após a 1ª etapa
1) Martín Garrido Palmeiras 3h56m23s
2) Daniel Oss Zalf Fior a 2s
3) Fernando Antogna Chivilcoy a 2s
4) Walter Pérez San Luis Arg a 3s
5) Alejandro Borrajo Colavita a 5s

Resultados da 1ª etapa, clica aqui.

Foto-finish.

Site oficial.

Resultados da geral após a 1ªa etapa, clica aqui.

Altímetria da etapa de amanhã, clica aqui.

quarta-feira, janeiro 23

Tour Down Under: Greipel vence em “casa”, mas Brown fica com a “Amarela”

Decorreu hoje a 2ª etapa que acabou curiosamente numa cidade fundada por alemães, Harndorf. Aí, o sprinter alemão Andre Greipel (High Road) superiorizou-se uma vez mais aos seus adversários.
Neste tour, quem tem dado “raça” à corrida são os franceses, pois já ontem tiveram em destaque nas fugas, tal como hoje. Hoje foram 3 franceses que estiveram ao ataque durante cerca de 100km numa etapa de 143km, chegaram a ter 6.10m de vantagem sobre o pelotão. A fuga era constituída por Yoann Offredo (Fjeux), Stephane Poulhies(AG2R) e Nicolas Crosbie(Bouygues Telecom) que apesar do bom entendimento vieram a ser apanhados a 24km da meta. Um pouco cedo esta “captura” já que surgiram vários contra-ataques mas o único ciclista que conseguiu distanciar-se foi Pierre Rolland(CA) curiosamente da mesma equipa do líder da prova nessa altura.Pergunto-me qual terá sido o objectivo deste ataque?Apenas porque Pierre sentia-se bem e foi tentar a sua sorte, seria para evitar mais ataques no pelotão? Ou ainda outra teoria?O que é que acham?De qualquer maneira a 3km da meta foi apanhado.

Ao contrário de ontem, Renshaw foi ultrapassado a 20m da meta e Greipel aproveitou mantendo o ritmo e a sua posição até ao fim(destacar que a sua equipa no seu currículo em 3 dias de prova já tem duas vitórias). Graeme Brown que acabou de renovar contracto com a Rabobank até 2010, conseguiu hoje acabar em 2º, subindo um lugar no pódio em relação a ontem. Já confessou que está muito satisfeito com a nova camisola (camisola laranja- 1ºclassificado da geral) mas que o principal objectivo neste tour é vencer etapas......No lugar mais baixo do pódio ficou Allan Davis (Unisa-AUS) que também subiu um lugar em relação a ontem. As restantes camisolas continuam nos mesmos que as vestiram hoje.

Amanhã será uma etapa de 139km que começará à 00.30(hora de Lisboa) e em príncipio proporcinará mais uma chegada ao sprint.

Classificação geral da 2ª etapa

1 Andre Greipel (Ger) Team High Road 3.46.55

2 Graeme Brown (Aus) Rabobank

3 Allan Davis (Aus) Unisa - Australia

4 Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Caisse D'Epargne

5 Aaron Kemps (Aus) Astana

6 Jose Alberto Benitez Roman (Spa) Saunier Duval-Scott

7 Mark Renshaw (Aus) Credit Agricole

8 Aurelien Clerc (Swi) Bouygues Telecom

9 Denis Flahaut (Fra) Saunier Duval-Scott

10 Mirco Lorenzetto (Ita) Lampre

Classificação Geral após a 2ª etapa

1 Graeme Brown (Aus) Rabobank 7.00.18

2 Mark Renshaw (Aus) Credit Agricole

3 Andre Greipel (Ger) Team High Road

4 Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Caisse D'Epargne a 0.04

5 Mickael Buffaz (Fra) Cofidis Le Credit Par Telephone

Site oficial.

Resultados oficiais da etapa e geral, clica aqui.

Ver resumo e entrevistas aos ciclistas, clica aqui.

Outro vídeo, sobre a etapa.

Ver fotos.

Resumo detalhado em texto da etapa, clica aqui.

Perfil da etapa de amanhã, clica aqui.

Tour de San Luis 2008: Garrido 1ª vitória da época

O Tour de San Luis na Argentina não podia ter começado melhor para a Palmeiras Resort Tavira que assim entrou com o pé direito em 2008 .Martin Garrido foi o mais rápido no prólogo de 3,6 km acabando este em 4 minutos e 26 segundos dando uma vantagem de 2 segundos ao 2º classificado, Fernando Antogna. Com esta prestação o corredor da equipa algarvia vai hoje para a 1ª etapa vestido de amarelo com o objectivo também de ganhá-la. No ano passado conseguiu um 3º lugar no prólogo e na 1ª etapa, esperemos que consiga mais uma vitória hoje. A etapa de hoje com 168km começa às 17h (hora de lisboa), é propícia para uma chegada ao sprint, tendo uma contagem de montanha ao quilómetro 20 e ainda mais dois sprints bonificados.


Martín Garrido: "Este triunfo representa un gran orgullo para mí. Estoy muy contento porque es una victoria en mi país, en el cual compito muy poco. Me sentí fuerte y rápido, fue un prólogo muy técnico y rápido, ideal para mis características".

GARRIDO, Martin ARG PALMEIRAS RESORT-TAV 0:04:26

ANTOGNA, Fernando ARG CHIVILCOY a 02 seg

BORRAJO, Alejandro USA COLAVITA USA a 03

4 ARRIAGADA, Marco CHI SEL. CHILE a 05

OSS, Daniel ITA ZALF FIOR a 05

BORRAJO, Anibal USA COLAVITA USA a 05

BOARO, Manuele ITA ZALF FIOR a 06

PEREZ, Walter ARG SAN LUIS ARG a 06

MEDICI, Matias ARG SCOTT/MARCONDES a 06

10º SIGURA, Cesar ARG CHIVILCOY a 07

23º DAVID, Blanco ESP PALMEIRAS RESORT-TAV a 10

45º MARQUE, Alejandro ESP PALMEIRAS RESORT-TAV a 17

64º APOLO, Claudio POR PALMEIRAS RESORT-TAV a 21

109º VITORINO, Nelson POR PALMEIRAS RESORT-TAV a 29

120º CALDEIRA, Samuel ESP PALMEIRAS RESORT-TAV a 31

Resultados do prólogo de ontem, clica aqui.

Site oficial.

Site com fotos, clica aqui.

Perfil da etapa de hoje, clica aqui.

terça-feira, janeiro 22

Palmeiras Resort Tavira inicia-se hoje na estrada

Começa hoje o Tour de San Luis na Argentina, uma das equipas presentes é Palmeiras Resort Tavira que estreia-se na estrada esta época.Participam 29 equipas de 16 países, destacando as equipas CSC (os irmãos Schleck estão confirmardos) e Saunier Duvall-Scott.A volta é constítuida por 6 etapas incluíndo um prólogo de 3,5km que é realizado hoje. A equipa portugesa vai representada com Cláudio Apolo, David Blanco, Samuel Caldeira, Alejandro Marque, Nelson Vitorino e Martin Garrido. O ano passado Krasimir Vasilev acabou a volta em 5º classificado na geral e Martin Garrido conseguiu o lugar mais baixo no pódio em 3 etapas. Depois duma excelente prestação na edição anterior, este ano os comandados de Vidal Fitas irão com o mesmo objectivo apesar da prova estar mais concorrida.

Tour de San Luis

22 de Janeiro (San Luís - San Luís 22) CRI 3,5 km 17.17h

2- 23 de Janeiro (San Luis – Villa Mercedes) 168,4 km 15h – 18.49h

3- 24 de Janeiro (La Toma – Merlo) 168,7 km 14.47h – 18.48h

4- 25 de Janeiro (San Luís - San Luís) CRI 19,8 km 15.48h

5- 26 de Janeiro – etapa raínha (San Luís – Mirador Potreros) 132,3 km 15.32h – 18.50h

6- 27 de Janeiro (San Luís – San Luís) 124,5 km 15.54h – 18.51h

Site oficial.

Ver starlist.

Altímetria das etapas, clica aqui.

Tour Down Under: Renshaw vence 1ª etapa

Com o pelotão compacto e chegada ao sprint o mais veloz foi Mark Renshaw(CA) ganhando a sua primeira etapa numa prova do Pro Tour. A etapa começou às 02.00h (hora PT) logo com um ritmo elevado pois a única contagem de montanha do dia era ao quilómetro 11.O pelotão anulou as tentativas de fuga e foi o francês Philippe Gilbert (FDJeux) que conseguiu garantir a a camisola da montanha.Nos quilómetros seguintes com o baixar do ritmo do pelotão iniciou-se a fuga do dia, Dimitri Champion(Bouygues Telecom), Mickael Buffaz(COF) e Ritchie Porte (Unisa-AUS), estes três a 50km estavam com uma vantagem de quase 7 minutos pois entendiam-se perfeitamente, mas com grande trabalho das equipas dos sprinters a fuga foi apanhada a 3km do fim.Assim como fez no domingo, Mark Renshaw abriu o sprint a 300 metros da meta, mas hoje, os seus adversários mais próximos não conseguiram alcançá-lo.Na disputa pelos lugares mais baixos do pódio Joaquim Rojas Gil(CGE) chegou em 2º e Graeme Brown(Rabo) 3º. Mickael Buffaz ganhou o prémio da combatividade mas amanhã irá vestir a camisola dos pontos devido aos dois sprints ganhos na fuga, Philippe Gilbert vestirá a camisola da montanha.Robbie Mcewen não foi além do 42º lugar....

Classificação Final- 1ª etapa
1 Mark Renshaw                  (Aus) Credit Agricole  3.13.33
2 Jose Joaquin Rojas Gil       (Spa) Caisse D'Epargne                
3 Graeme Brown                 (Aus) Rabobank                                  
4 Allan Davis                  (Aus) Unisa - Australia                          
5 Jan Robert Forster           (Ger) Gerolsteiner                        
6 Stuart O’Grady               (Aus) Team Csc                                
7 Mathew Hayman                (Aus) Rabobank                                 
8 Andre Greipel                (Ger) Team High Road                           
9 Lloyd Mondory                (Fra) Ag2R-La Mondiale                         
10 Murilo Antonio Fischer      (Bra) Liquigas              



Site com vários videos com resumos e entrevistas aos ciclistas, clicar aqui.

Ver resumo detalhado da etapa, clica aqui.

Ver fotos.

Fotos de Graham Watson.

Vários videos com entrevistas e detalhes das etapas, clica aqui com o botão esquerdo do rato.

A próxima etapa é amanhã começando às 00.30 (hora PT) será outra etapa plana esperando-se também um sprint final.Pode ver a etapa descrita em directo no site oficial.

O perfil dessa etapa pode ver-se aqui.


segunda-feira, janeiro 21

La Tropicale Amissa Bongo 2008

Acabou ontem a última etapa da Volta ao Gabão (África) que contou com a participação de 9 equipas nacionais de África e 5 equipas europeias entre elas a Francaise de Jeux e Bouygues Telecom. Uma volta com 5 etapas curtas mas com algumas colinas, onde as equipas europeias destacaram-se. A última etapa teve que ser encurtada devido a grandes chuvadas.

O mais regular foi Lilian Jégou (Francaise de Jeux), em 2º lugar na geral final ficou Yann Pivois (Bretagne - Armor Lux) em e 3º mais um francês, Rony Martias (Bouygues Telecom) que venceu a 1ª e 4ª etapa e ainda a camisola dos pontos. A 2ª e a 5ª etapa foram ganhas pelos franceses, Stéphane Bonsergent(vencedor da camisola da montanha) e Luc Delpech respectivamente, ambos da Bretagne-Armor, enquanto que a 3ª ganhou o belga Maxime Vantomme (Mitsubishi-Jartazi). O melhor africano foi Adil Jelloul de Marrocos.

A 3ª edição do Tour do Gabão foi um sucesso fazendo com que as pessoas saissem à rua para ver os ciclistas, ainda de salientar que foi a 1ª corrida do ano no calendário da UCI.

Site oficial.

Classificação Geral Individual

1 JEGOU Lilian FRANCAISE DES JEUX 12h54’47
2 PIVOIS Yann BRETAGNE ARMOR LUX a 0’17
3 MARTIAS Rony BOUYGUES TELECOM a 2’06
4 WHITE Nicholas MTN MICROSOFT a 2’15
5 ROUX Anthony FRANCAISE DES JEUX a 2’34
6 BERNAUDEAU Giovanni BOUYGUES TELECOM a 2’38
7 VANLANDSCHOOT James MITSUBISHI-JARTAZI a 3’30
8 LANGE Malcolm MTN MICROSOFT a 3’43
9 BONSERGENT Stephane BRETAGNE ARMOR LUX a 7’16
10 CHEREL Mickaël FRANCAISE DES JEUX a 7’33