quinta-feira, fevereiro 28

Vuelta Comunidad Valenciana 2008: Ruben Plaza de amarelo

Grande começo do Benfica no panorama internacional. A equipa portuguesa tem estado em destaque nestes dias, talvez a equipa que tenha dado mais nas vistas nesta corrida. Ontem com Ruben Plaza vestindo a camisola verde e a liderar o pelotão numa subida já perto da meta, e Javier Benitez acabando em 6º sendo o melhor espanhol. Hoje foi o dia da confirmação, com Ruben Plaza extra motivado pela sua qualificação e por a etapa começar e acabar na sua cidade natal: Ibi. Numa etapa de 166km com várias contagens de montanha onde um trio esteve na frente durante 95km só alcançado na última subida a 20km da meta: Clement (Bouygues), Moerenhout (Rabobank) e McCarty (Slipstream). Entretanto Daniel Petrov já tinha entrado numa fuga intermédia mas que fora anulada antes da última súbida. Esta contagem de 2ª categoria, o Port de Carrasquera foi o palco das emoções e do desenrolar da etapa. Com o pelotão já reduzido e a começar a subir, surgiram logo os ataques: Contador, José Marchante e Ruben Plaza com um ataque sem muita convicção para testar os adversários. Foi Manuel Vázquez (Contentpolis-Murcia) camisola da montanha o primeiro a conseguir alguma distância, alguns segundos depois Plaza com um ataque fortíssimo deixou o camisola amarela sem resposta. Estes dois com Plaza sempre a liderar passaram então pelo trio da frente e já no alto com 21 segundos dos restantes. Sem ninguém para o ajudar Ivan Gutiérrez (Caisse d'Epargne), camisola amarela liderava o pelotão na perseguição aos dois da frente. Foi aí que cometeu um erro fatal, a 5km do final, numa rotunda em vez de entrar na estrada secundária onde estavam os da frente enganou-se e entrou para a uma auto-estrada com carros a passar!! A auto-estrada era quase paralela à estrada secundária mas dava para ver que era um pouco mais longa, só no ultimo quilómetro é que se juntaram ao percurso original. No fim os dois corredores disputaram um sprint onde Manuel Vázquez deu a primeira vitória de sempre à sua equipa. Ruben Plaza com 16 segundos de vantagem sobre o grupo de Gutiérrez é assim o novo Camisola Amarela e Verde. No entanto a classificação está ainda em aberto e espera-se amanhã mais uma etapa emocionante: a 4ª etapa de 175,6km numa chegada de 3ª categoria.


Classificação da etapa:

1 Manuel Váquez (Spa) Contentpolis - Murcia 4.08.49 (40.15 km/h)

2 Rubén Plaza (Spa) Benfica mt

3 Xavier Florencio(Spa) Bouygues Telecom 16seg

4 David De La Fuente (Spa) Saunier Duval mt

5 Ryder Hesjedal (Can) Slipstream mt

19 Daniel Petrov (Bul) Benfica mt

33 José Mendes (Por) Benfica 2.55 min

57 Mikel Pradera (Spa) Benfica 15.10m

77 Edgar Pinto (Por) Benfica 16.48m

96 Pedro Lopes Goncalves (Por) Benfica 26.16m

115 Javier Benitez (Spa) Benfica mt

121 Helder Miranda (Spa) Benfica mt

Classificação Geral após a 3ª etapa:

1 Rubén Plaza (Spa) Benfica 12h.26m.55s

2 Manuel Váquez(Spa) Contentpolis-Murcia 5 seg

3 Iván Gutiérrez (Spa) Caisse d'Epargne 21 seg

4 Xavier Florencio(Spa) Bouygues-Telecom 23 s

5 Gorka Verdugo (Spa) Euskaltel-Euskadi 27 seg

11 Daniel Petrov (Bul) Benfica 31 seg

36 José Mendes (Por) Benfica 4.21 min

Classificação por equipas:

1 Bouygues Telecom 37h.22m.18s

2 Cofidis, le Credit Par Telephone 1.33m

3 Benfica 3.26m

Clássicas da Primavera (parte 1)

Começa este fim de semana a época das Clássicas da Primavera. Vou dar destaque a um tipo que cá em Portugal e mesmo em Espanha penso que não existem, mas têm grande tradição nos países onde são realizadas: Bélgica e França. Estas clássicas caracterizam-se por segmentos de paralelo (cobblestones) durante o percurso que é quase sempre plano e com muitos quilómetros. Algumas acabam ao sprint num pelotão já reduzido, mas geralmente os melhores conseguem chegar isolados. Com as primeiras a serem já no próximo fim de semana decidi fazer uma análise das equipas deste ano e dos principais corredores nesta especialidade.


Calendário:

01.03.2008 Omloop Het Volk / Circuit Het Volk BEL 1.HC

Vídeo do final da clássica no ano passado, simplesmente fantástico.

02.03.2008 Kuurne-Bruxelles-Kuurne BEL 1.1

26.03.2008 Dwars door Vlaanderen BEL 1.1

29.03.2008 E3 Prijs Vlaanderen BEL 1.HC

01.04.2008 a 03.04.2008 KBC-Driedaagse De Panne-Koksijde BEL 2.HC

Quatro etapas sendo a última um contra-relógio com cerca de 15kms. A 1ª etapa tem segmentos de paralelo e menos de 200km ao contrário das duas seguintes.

PRO TOUR (Monumentos)

06.04.2008 Ronde van Vlaanderen / Tour des Flandres BEL

A Volta a Flandres (Pro Tour) com 258km tem na 2ª parte da corrida grandes segmentos de paralelo combinado com duras subidas. Uma clássica onde o vencedor não basta ser bom rolador, esta colinas fazem a diferença!!

09.04.2008 Gent - Wevelgem BEL

É uma clássica mais calma com 207km, onde o plano predomina e poucos segmentos de paralelo. Uma clássica mais à medida dos sprinters onde aconteçe frequentemente chegar um pelotão reduzido e ser discutida ao sprint. A grande excepção é as duas passagens pelo Kemmel, uma dura subida em paralelo. A 2ª passagem é já a 30km da meta onde causa muitos estragos aos sprinters, foi decisiva o ano passado.

13.04.2008 Paris - Roubaix FRA (Monumentos)

Uma das mais conhecidas clássicas com 269km e um percurso plano com muitos segmentos de paralelo. Devido à sua dureza e empenho dos corredores, os lugares da frente acabam sempre divididos em pequenos grupos. A corrida tem a curiosidade de acabar no velódromo de Roubaix onde os corredores dão 1 volta e meia.


16.04.2008 Scheldeprijs BEL 1.HC

20.04.2008 20.04.2008 Tro-Bro Léon FRA 1.1

03.05.2008 GLS Express Grand Prix DEN 1.1

Equipas e Corredores:

Por ordem alfabética começo pela AG2r. A equipa francesa têm vários bons roladores no entanto o único que se pode consider especialista é Martin Elminger que deverá ser a aposta da AG2r. O corredor suíço o ano passado acabou as três provas do Pro Tour nos 30 primeiros e este ano deve andar por aí.

Martin Elminger:

33º - Tour des Flandres: 2006 e 2007

Gent – Wevelgem: 2006-16º 2007-17º

Paris-Roubaix: 2006- 18º 2007-24º

A Astana, uma equipa claramente com outros objectivos mas que tem nestas provas Vladimir Gusev (na foto) e Thomas Vaiktus as seus trunfos. Gusev lesionou-se e em princípio só poderá competir daqui a um mês, não na sua melhor forma certamente. Estes dois, são bons corredores mas não deverão chegar a discutir vitórias, nas principais corridas devem se posicionar nos 20 a 10 primeiros. Outros bons corredores desta equipa que poderão vir a ter resultados interessantes são: Dmitriy Muravyev,Serguey Ivanov, Koen De Kort, e Grégory Rast.

Vladimir Gusev:

Tour des Flandres: 2006-24º 2007-5º

17º - Paris – Roubaix 2007

Thomas Vaiktus:

7º - Kuurne-Bruxelles-Kuurne 2007

6º - Dwars door Vlaanderen 2007

6º - Tour des Flandres 2007

A Caisse d’Epargne não deverá participar em muitas destas corridas, mas nas que for irá levar certamente José Joaquim Rojas Gil. Um jovem sprinter que obtendo bons resultados o ano passado leva-o actualmente a ter objectivos para estas clássicas.

José Joaquim Rojas Gil:

KBC-Driedaagse De Panne-Koksijde: 2006-7º

9º - Gent–Wevelgem 2007

26º - Paris–Roubaix 2007

Cofidis:

Tem como chefe de fila Nick Nuyens (na foto). O belga que fez a sua carreira na Quick-Step onde foi braço direito de Boonen mudou-se o ano passado para liderar a equipa francesa. Apesar de não ter nenhum título nas três clássicas mais importantes é um dos melhores corredores desta especialidade e invariavelmente acabará no grupo da frente. É um grande rolador e bastante combativo mas que não tendo grande ponta final será dificil vencer; na frente da corrida vai estar certamente. Irá ter o veterano Frank Hoj's, Rik Verbrugghe e Sylvian Chavanel como principais ajudantes.

Nick Nuyens:

Omloop Het Volk / Circuit Het Volk: 2005-1º 2007-4º

1º - Kuurne-Bruxelles-Kuurne 2006

14º - Dwars door Vlaanderen 2007

Tour des Flandres: 2006 -17º 2007-7º

23º - Gent–Wevelgem 2006 e 2007

Credit Agricóle:

Thor Hushovd (na foto), é um sprinter mas também aposta forte na Gent-Wevelgem. Será certamente o líder desta equipa apesar de 2007 ter sido uma época fraca para a qualidade deste corredor.

Thor Hushovd:

1º - Gent–Wevelgem 2006

A Française de Jeux tem em Philippe Gilbert a principal referência, com um brilhante início de época acredito que venha a obter grandes resultados. No entanto tem grandes veteranos que obtiveram bons resultados no passado: Christophe Mengin e Frédéric Guesdon. Com chegadas em pelotão compacto tem como sprinter Sébastien Chavanel que já deu créditos....

A Gerolsteiner é uma equipa que aposta pouco nestas corridas e com David Koop a deixar a equipa este ano, o único que poderá fazer resultados interessantes é Heinrich Haussler.

A Lampre têm um dos melhores corredores para estas clássicas: Alessandro Ballan, vencedor do Tour de Flandres 2007, um dos melhores roladores e bastante bom nas colinas. Um corredor que certamente estará ao ataque nas discussões das corridas e partindo como principal favorito irá defender o título no Tour de Flandres que ganhou o ano passado batendo Leif Hoste ao sprint. Fabio Baldato com 39 anos um dos mais velhos corredores do Pro Tour mas com grandes resultados, irá ser uma preciosa companhia para Ballan.

Alessandro Ballan:

10º - E3 Prijs Vlaanderen: 2007

1º KBC-Driedaagse De Panne-Koksijde 2007

Tour des Flandres: 2006 -5º 2007-1º

Gent–Wevelgem: 2006 e 2007-23º

Paris–Roubaix: 2006-3º

quarta-feira, fevereiro 27

Notícias, Curiosidades....

Dois anos de suspensão para Danilo Di Luca?!!

O Comité Olímpico Nacional Italiano exige dois anos de suspensão para Danilo Di Luca devido aos resultados de um teste na 17ª etapa do Giro. O italiano foi proibído de participar no Campeonato do Mundo e acabou de cumprir 3 meses de suspensão acusado de envolvimento com o doctor Carlo Santuccione, protagonista do caso “Oil Drug”. O CONI anunciou hoje esta surpreendente decisão depois de muitos meses a questionar se Di Luca tinha infrigido algum regulamento depois do teste de Maio. A decisão está agora entregue aos juízes que deverão decidir em breve.

Bicicleta de bamboo!!

Vantagens: mais ecológico e mais barato


Fica aqui o destaque para este artigo do Record, sobre Sebastien Joly e o seu cancro.

terça-feira, fevereiro 26

Vuelta Comunidad Valenciana 2008: Benfica começa com o pé direito!!

Grande resultado hoje do Benfica em terras espanholas. A 1ª etapa da Vuelta Comunidad Valenciana com 157km, 2 contagens de 1ª categoria sendo a última a 35km da meta. O dia começou logo com vários ataques, mas só antes da primeira subida ao quilómetro 38 um trio de espanhóis teve sucesso. Manuel Vázquez (Contentpolis-Murcia) foi o primeiro a passar no Port de L'Oronet (1ª categoria- ao km 46) juntamente com Gorka Verdugo (Euskatel), um pouco atrás passou Claudio Casas (Andalucía-Cajasur) que viria a juntar-se. Durante mas juntado-se durante a descida veio Claudio Casas (Andalucía-Cajasur). Durante 80km este trio trabalhou para andar na frente, chegou a tar uma vantagem de 7 minutos sobre o pelotão. Alberto Contador (Astana) veio animar a corrida!!! Atacou na última subida do dia e levou com ele Rein Taarame da Cofidis. O trio de fugitivos passou a dois pois Casas já tinha descolado, e com uma vantagem de 1 minuto no alto em relação ao duo perseguidor onde estava o vencedor do Tour 2007. Durante a descida com movimentações também no pelotão os fugitivos foram alcançados e formou-se um grupo de 17 corredores (Plaza foi o 5º a passar na contagem de 1ª categoria)

Este grupo era liderado pela Bouygues Telecom pois tinham 4 elementos. Com uma tentativa falhada de Jerome Pineau (Bouygues Telecom) isolar-se, decidiram trabalhar para que chegassem isolados já que tinham Xavier Florencio um dos candidatos a vencer ao sprint neste grupo.

Com uma chegada ao sprint um pouco caótica A Bouygues tentou preparar o sprint a Xavier Florencio. Este vinha na roda do seu colega que liderava o grupo mas iniciou o seu sprint muito cedo pois Iván Gutiérrez e Rubén Plaza que se encontravam na roda ultrapassaram-no. O pelotão veio 1.33 min atrasado com Zabel a liderar e Benitez em 3º. Ivan Gutiérrez actual campeão espanhol de contra-relógio parte assim para etapa de amanhã vestindo a camisola amarela da prova.

O Benfica já tinha um bom resultado ao meter 2 corredores na fuga. Mas ainda conseguiu um 2º lugar com Ruben Plaza e um 4º com Daniel Petrov!!!Bem surprender já surpreenderam, agora vamos lá ver é se conseguem aguentar. A etapa de hoje foi algo dura com Contador a atacar num momento decisivo. Vejam bem a qualidade dos corredores incluidos na fuga: Vincenzo Nibali(LIQ), Antonio Colom(AST), Patxi Vila(LAM), Maxime Monfort (COF), José Angel Gomez Marchante(SDV), Haimar Zubeldia(EUS), David De La Fuente(SDV), Contador(AST) !!!

Revela já uma boa preparação dos corredores benfiquistas. Estão de Parabéns!! Amanhã há mais às 14.30h na GV Televion.

Resultados da etapa:

1 Iván Gutiérrez (Spa) Caisse d'Epargne 3.46.59 (41.5 km/h)

2 Rubén Plaza (Spa) Benfica mt

3 Xavier Florencio (Spa) Bouygues Telecom mt

4 Daniel Petrov (Bul) Benfica mt

5 Vincenzo Nibali (Ita) Liquigas mt

25 Erik Zabel (Ger) Team Milram 1.33

27 Javier Benitez (Spa) Benfica mt


29 Edgar Pinto (Por) Benfica mt

57 José Mendes (Por) Benfica mt

72 Pedro Miguel Lopes Goncalves (Por) Benfica 11.28

94 Helder Miranda (Spa) Benfica 12.25

Classificação Geral.

segunda-feira, fevereiro 25

Notícias, Curiosidades....

Benfica começa amanhã em espanha....

O Benfica começa amanhã o seu calendário internacional na Vuelta Comunidad Valenciana. A prova é constituída por 5 duras etapas, com muita montanha, e grandes nomes do pelotão presentes: Contador, Oscar Pereiro, Cunego....

Benfica: Javier Benitez, Mikel Pradera, Ruben Plaza, José Mendes, Edgar Pinto, Danail Petrov, Hélder Miranda e Pedro Lopes.

Startlist.

Para mais detalhes da prova ver o post do blog Maglia Rosa.

Podes ver em directo amanhã a partir das 14:30(Hora Lisboa) através do canal espanhol Generalitat Valenciana.

Tens que sacar o programa peercast. (Obrigado costinha)

Qualquer dúvida pergunta....

José Luis Rubiera retira-se este ano.....

Jose Luis Rubiera irá retirar-se este ano do ciclismo profissional. Apesar de ter só 9 vitórias ao longo destes anos, quem não se lembra deste espanhol a “transportar” Armstrong pela montanha a cima.....Um dos sherpas que ao longo de 5 anos foi uma ajuda fundamental para o americano.

Actualmente já com 35 anos e a vestir as cores da Astana, acabou de realizar o TOC sendo uma grande ajuda para Leipheimer.

Rubiera: "I think it was a long career and I was lucky with my health, but I wanted to take the time to do different things with my life, to stay with my family. Time at home and try to find a career using my past studies as an engineer. I don't have children and that is another big reason for my retirement."

Gusev lesionado.

Vladimir Gusev foi mais um, vitima duma queda na 6ª etapa do TOC. Mais uma clavícula fracturada que só o permitirá retomar as competições daqui a um mês. Gusev é a principal aposta da Astana nas clássicas de paralelo e em princípio só irá faltar às inciais: Omloop Het Volk e -Kuurne-Brussels-Kuurne

Um momento de humor:

Fica aqui um vídeo (é o oitavo, fazer "more")com uma entrevista divertida aos dois “bigodaças” que animaram o pelotão durante o TOC: David Zabriskie e Steven Cozza ambos da Slipstream. Pra mim o com mais cenário é o Cozza...lol

Tour of Califórnia 2008: A tão desejada vitória para "Big George"

Depois de uma semana de mau tempo, o Tour de Califórnia só podia acabar com mais um dia de chuva. Na última etapa de 150km, 10 homens desde cedo assumiram o comando da corrida. Com a Astana sempre na frente do pelotão a vantagem não passou além dos 3.30m. A parte interessante desta corrida começou quando os fugitivos chegaram à cidade de Passadena e tinham de fazer 6 vezes um circuito de 8kms, este continha uma uma subida de algumas centenas de metros que fez a diferença!!
Apesar do mau tempo deu pra ver muita gente a apoiar os corredores ao longo do circuito final. Mal o grupo da frente chegou ao circuito começaram os ataques, a corrida começou a ficar emocionante. Nessa altura o pelotão já estava a 2.30m dos fugitivos e apesar dos esforços de Hincapie para que o grupo continuasse unido, Tom Zirbel (na 2ª foto) da Bissell consegui isolar-se. Este que fez oitavo lugar no passado contra-relógio mostrava aqui os seus dotes de rolador e mantinha cerca 30seg de avanço para o grupo perseguidor parecendo mesmo que repetiria o feito do canadiano na 3ª etapa. Para a última volta (8km) Zirbel continuava com 15 segundos de avanço para o grupo perseguidor: Hincapie, Jason McCartney (Team CSC), Rory Sutherland (Health Net) e Michael Creed (Rock Racing) e o pelotão comandado pela a Astana a 50 seg do quarteto. Infelizmente o solitário ainda tinha que fazer aquela subida, e aí viu-se a fraquejar e rapidamente ultrapassado por Hincapie que parecia o mais forte deixando para trás Creed e McCartney. Na roda de Hincapie vinha Sutherland e logo atrás McCartney que conseguiu recolar durante a descida. Começou então os vários ataques nesse trio sem nenhum ter sido bem sucedido. Com os sucessivos “para-arranca” os cinco juntaram-se à entrada para o último quilómetro e preparava-se assim uma discussão ao sprint com o pelotão a ver-se lá atrás. Entre os cinco, o primeiro a atacar foi McCartney; muito cedo pois Hincapie na sua roda conseguiu ultrapassá-lo e alcançar a merecida vitória pois fartou-se de batalhar toda a semana por ela.....
Levi Leipheimer conquista assim o primeiro grande triunfo da Astana esta época. Uma vitória bem merecida pois foi sem dúvida a equipa que mais trabalhou. A equipa cazaque sem poder participar no Paris-Nice, Tirreno-Adriático e Milan-San Remo tem para o mês de Março previsto:
Provas por etapa: Vuelta a Castilla y Leon e Vuelta Ciclista a Murcia ambas em Espanha.
Clássicas de paralelo: Omloop Het Volk, Kuurne-Brussels-Kuurne e E3 Prijs Vlaanderen, todas na Bélgica.

Resultados da etapa:
1 George Hincapie (USA) High Road 3.50.57
2 Rory Sutherland (Aus) Health Net
3 Jason Mccartney (USA) Team CSC
4 Michael Creed (USA) Rock Racing
5 Tom Zirbel (USA) Bissell Pro Cycling
6 Mark Cavendish (GBr) High Road 0.12
Resultados finais:
1 Levi Leipheimer (USA) Astana 29h.24m.32s
2 David Millar (GBr) Slipstream 0.49
3 Christian Vandevelde (USA) Slipstream 1.08
4 Fabian Cancellara (Swi) Team CSC 1.18
5 Gustav Larsson (Swe) Team CSC 1.19
6 David Zabriskie (USA) Slipstream 1.36
7 Christopher Horner (USA) Astana 2.07
8 Jurgen Vandewalle (Bel) Quick Step 2.11
9 Robert Gesink (Ned) Rabobank 2.18
10 Alexandre Moos (Swi) BMC Racing Team 2.27
Classificação dos pontos:
1 Dominique Rollin (Can) Toyota-United Team 44pts
Classificação da montanha:
1 Scott Nydam (USA) BMC Racing Team 26 pts
Classificação melhor jovem:
1 Robert Gesink (Ned) Rabobank 29h.26m.50s
Classificação por equipas:
1 Slipstream Chipotle Presented By H30 88h.17m.05s

Fotos, mais fotos.

Vídeo
da etapa, vídeo com resumo e entrevistas(velonews)

Resultados do dia.......

Volta ao Algarve 2008: Eisel diz adeus com vitória.

Acabou ontem a Volta ao Algarve com Stijn Devolder a ser o vencedor da Geral. Numa etapa de 193km com partida em Vila do bispo foi só ao quilómetro 60 na 1ª subida do dia que nove corredores conseguiram fugir pois até aí a Quick-Step tinha conseguido anular os que se destacavam. Os novo fugitivos: Bernhard Eisel (High Road), Rui Costa (Benfica), Diego Caccia e Félix Cardenas (Barloworld), Celestino Pinho (Barbot-Siper), Constantino Zaballa e João Cabreira (LA-MSS), Isidro Nozal e Koldo Gil (Liberty Seguros) apesar de uma vantagem máxima de 5m conseguiram chegar isolados à meta. Á entrada para o último quilómetro com uma média de 40km\h e o pelotão a apenas 16 segundos, Eisel atacou conseguindo vencer a sua primeira prova da época. A 3 segundos ficou o jovem Rui Costa e 3º lugar Celestino Pinho. O campeão belga, camisola amarela apesar de um furo e uma queda na etapa de hoje conseguiu chegar com o pelotão.

Destacar ainda que à semelhança do ano passado o melhor português foi Tiago Machado da Madeinox-Boavista mas desta vez em 15º. O melhor resultado da etapa dum português foi o 2º lugar de Rui Costa hoje, duas jovens (23 e 22) promessas a destacarem-se na prova algarvia!!

Stijn Devolder:"Depois da queda foi difícil recuperar o controlo da corrida. Consegui manter a camisola graças ao trabalho da minha equipa. Estou feliz com este triunfo. É uma vitória importante, que dedico aos meus companheiros, após quatro dias de intenso trabalho. Foi uma corrida interessante, com alguns dias perigosos, mas, no geral, foi uma competição boa para preparar as clássicas. Depois das clássicas vou focar-me no Tour. Para mim foi bom vencer o contra-relógio e a prova, pois deu-me confiança. O Tour, sem dúvida, é o meu principal objectivo do ano ".

Krasimir Vasilev: “A equipa trabalhou bem. Além da camisola da montanha, fomos a melhor equipa portuguesa na classificação colectiva e colocámos um corredor [Martin Garrido] no quinto lugar. Foi um desempenho que dá motivação para o resto da época”.

Resultados da etapa:

1 Bernhard Eisel, Áustria (High Road), 4:49.36h

2 Rui Costa, Portugal (Benfica), a 3 segundo

3 Celestino Pinho, Portugal (Barbot), mt

Resultados finais:

1 Stijn Devolder (Bel) Quick Step 19.42.59

2 Sylvain Chavanel (Fra) COFIDIS 0.22

3 Tomas Vaitkus (Ltu) Astana 0.32

4 Hector Guerra (Spa) Liberty Seguros 0.33

5 Martin Garrido (Arg) Palmeiras Resort-Tavira 1.03


15 Tiago Machado (Por) Madeinox Boavista 1.49

Classificação da montanha:

1 Krassimir Vasilev (Bul) Palmeiras Resort-Tavira 26 pts

Classificação por pontos:

1 Robert Förster (Ger) Gerolsteiner 70 pts

Classificação metas volantes:

1 Antonio Cosme (Spa) Madeinox Boavista 11 pts

Classificação por equipas:

1 Astana 59.12.54


Tour du Haut Var 2008: Rebellin de 36 anos repete vitória de à 9 anos atrás.

Com grandes nomes e as melhores equipas do pelotão internacional foi Davide Rebellin (Gerolsteiner) que somou mais uma vitória ao seu extenso currículo ao ganhar o Tour du Haut Var; a primeira prova da Taça de França. Rebellin consegui destacar-se do pelotão já reduzido na última subida; o Côte de Tuiliéres com cerca de 15% de inclinação. Com o italiano, veio o russo Botcharov (Crédit- Agricole) que apresenta-se em grande forma depois duma vitória na etapa rainha na Volta ao Mediterrâneo. Já na descida Rinaldo Nocentini (AG2r) vinha-se a juntar aos dois da frente. Com este trio a cerca de 15 km da meta, o pelotão bem se esforçou para alcançá-los mas sem sucesso. Na recta final com os três naquele tradicional jogo táctico, Rebellin conseguiu levar a melhor. Ricardo Martins da Ceramica Flamina apesar de estar na startlist não está nos resultados!?

Resultados finais:

1 Davide Rebellin (Ita) Gerolsteiner 5h 08:02 a 38,4 km\h.

2 Rinaldo Nocentini (Ita) AG2r - La Mondiale mt

3 Alexandre Botcharov (Rus) Crédit Agricole mt

4 Anthony Geslin (Fra) Bouygues Telecom a 7seg

5 Philippe Gilbert (Bel) Française des Jeux mt

6 Michael Albasini (Swi) Liquigas mt

7 Bert De Waele (Bel) Landbouwkrediet–Tönissteiner mt

8 Nico Sijmens (Bel) Landbouwkrediet–Tönissteiner mt

9 Pierre Rolland (Fra) Crédit Agricole mt

10 Frank Schleck (Lux) Team CSC mt

11 Alejandro Valverde (Spa) Caisse d'Epargne mt

domingo, fevereiro 24

Outros resultados do dia....

Tour of Califórnia 2008: Luciano Pagliarini vence 5ª etapa!!

Grande notícia para o Brasil; apesar de ter ganho na secretaria, Luciano Paglinarini foi o vencedor de hoje.

Mais um dia no Tour of Califórnia, desta vez a penúltima etapa. Com 175km pela frente os corredores começaram logo com tentativas de fuga. Um grupo de 7 fugitivos destacarou-se e estiveram na frente durante 130km com uma vantagem que chegou a atingir os 7 minutos. Já nos quilómetros finais, houve uma queda, entre eles estavam: Cavendish, Cipollini e Fred Rodriguez, os dois primeiros rapidamente retomaram a corrida conseguindo alcançar o pelotão. Com ainda corredores em fuga David Milar tentou saltar do pelotão na esperança de acabar alguns segundos à frente de Leipheimeir. Rapidamente a Astana retomou a liderança do pelotão e este foi alcançado. A meta aproximava-se e as equipas dos sprinters faziam de tudo para apanhar os fugitivos; o que veio a acontecer a 3km da meta. Já no sprint final, Mark Cavendish (High Road) foi o mais rápido, seguido de Luciano Pagliarini (Saunier Duvall-Scott) e J.J. Haedo (Team CSC). No entanto após o fim da corrida os comissários decidiram penalizar em 20 seg, Cipollini e Cavendish pois estes após a queda agarraram-se aos carros para voltar ao pelotão. Sendo assim Luciano Pagliarini foi quem subiu ao pódio obtendo assim uma das suas maiores vitórias. É de louvar a sua atitude e orgulho no seu país (ver vídeo com entrevista dele).

Amanhã uma etapa de 150km onde os corredores sensivelmente a meio da etapa vão subir ao ponto mais alto do TOC: o monte Millcreek Summit, há quem diga que vai nevar!!!

Resultados da etapa:

1 Luciano Pagliarini (Bra) Saunier Duval-Scott 4.18.31 (40.616 km/h)

2 Juan Jose Haedo (Arg) Team CSC

3 Paolo Bettini (Ita) Quick Step

4 Gerald Ciolek (Ger) High Road

5 Oscar Freire Gomez (Spa) Rabobank

A classificação geral continua na "mesma".

Vídeo com resumo da etapa.

Fotos, mais fotos..


Troféu Laigueglia: Luca Paolini o vencedor.

Ontem realizou-se a 45ª edição do Trofeu Laigueglia em Itália. Esta prova de nível 1.1 no ranking UCI tem uma grande tradição em Itália. Na lista de vencedores consta corredores como: Eddy Merckx, Freddy Maertens e mais recentemente Lance Amstrong e Filippo Pozzato. É uma dura corrida de 183km com 3 subidas sendo a última a 20km da meta com cerca de 600m em altitude, em alguns anos fez a diferença. Este ano Michael Ignatiev não pôde defender o título pois adoeceu dias antes. No final, uma chegada ao sprint onde Luca Paolini (Acqua-Sapone) foi o mais rápido por milésimos....


Resultados da corrida:

1. Luca Paolini (ITA-Acqua&Sapone) 4h.39:13
2. Daniele Pietropolli (ITA-Lpr Brakes) m.t.
3. Maximilian Richeze (ARG-CSF Navigare) m.t.
4. Enrico Gasparotto (ITA-Barloworld) m.t.
5. Mirco Lorenzetto (ITA-Lampre) m.t.

Volta ao Algarve 2008. Novo líder Stijn Devolver....

Decorreu hoje a penúltima etapa da Volta ao Algarve, o contra-relógio que decidirá certamente a vencedor final. Com tempo chuvoso e vento forte o crono viria a ser alterado para um percurso mais plano e curto por questões de segurança. Assim este foi mais favorável aos estrangeiros que dominaram a classificação. O mais rápido foi Stijn Devolder com o tempo de 35m.33s rolando com média de 49,620km/h. Em 2º a 22 segundos veio o francês Sylvain Chavanel da Cofidis .Com um grande desempenho foi Héctor Guerra (Liberty-Seguros) que foi o 3º mais rápido subindo ao 4º da geral já que o 3º é Thomas Vaiktus (Astana) pois ficou a 14 segundos no crono do espanhol. O melhor português à semelhança do ano passado foi Tiago Machado da Madeinox-Boavista. O vencedor de hoje tem uma história interessante à qual irei destacar aqui: Stijn Devolder começou à semelhança de muitos corredores do seu país por ser um excelente rolador, especialista de clássicas. Com 24 anos ficou em 3º na E3 Prijs Vlaanderen 2003, uma prova de referência nessa especialidade. Este resultado permitiu-lhe mudar-se para a US Postal no ano seguinte. Nessa equipa, mais tarde Discovery, começou a melhorar principalmente no contra-relógio ficando em 11º na geral da VUELTA 2006, começou também a assumir-se nas provas por etapas com a sua grande arma: o contra-relógio. Hoje em dia como campeão belga e no seu primeiro ano na Quick-Step será uma preciosa ajuda para Boonen nas clássicas de paralelo(Parix-Roubaix) e juntamente com Boonen as apostas da equipa belga para o TOUR.

A etapa de amanhã de 192km com partida em Vila do Bispo e certamente chegada ao sprint com vista para a foz do rio Arade.

Resultados da etapa:

1 Stijn Devolder (Bel) Quick Step 35.33(49,620km/h)

2 Sylvain Chavanel (Fra) COFIDIS 0.22

3 Hector Guerra (Spa) Liberty Seguros 0.33

4 Tomas Vaitkus (Ltu) Astana 0.48

5 Martin Garrido (Arg) Palmeiras Resort-Tavira 1.03

6 Pedro Romero (Spa) La Mss 1.06

7 Andreas Klöden (Ger) Astana 1.07

8 Jurgen Roelandts (Bel) Silence-Lotto 1.11

9 Ruben Plaza (Spa) Benfica 1.13

10 Markus Fothen (Ger) Gerolsteiner 1.18

16 Tiago Machado (Por) Madeinox-Boavista 1.49

Resultados para a última etapa:

1 Stijn Devolder (Bel) Quick Step 14.53.03

2 Sylvain Chavanel (Fra) COFIDIS 0.22

3 Tomas Vaitkus (Ltu) Astana 0.32

sábado, fevereiro 23

Jogo de Ciclismo

Quero só fazer uma última referência ao Jogo de Ciclismo pois está prestes a começar.

O jogo é feito num fórum onde escolhes uma equipa real (Pro tour ou Continental), depois serás responsável por contratações, finanças, inscrições em provas, enfim tudo a que o cargo de Director Desportivo dá direito.

As provas são simuladas através do jogo Super Tour 3 depois serão declarados os resultados no fórum com direitos a prémios...etc.

Já temos 13 pessoas no fórum mas num jogo destes quantos mais membros interessados participarem melhor. A primeira prova, o Tour Down Under realiza-se na 5ª feira. Po isso ainda vais a tempo, rápido para poderes escolher a tua equipa preferida!!

http://jogodeciclismo.forumeiros.com/index.htm


PS: Ouvir o crono da Volta a Portugal hoje na radio Gilão.
http://www.radiogilao.sdv.pt/

Tour of Califórnia 2008: Leipheimer vence contra-relógio.

Decorreu hoje o contra-relógio de 24km na cidade de Solvang. Leipheimer (Astana) arrasou a concorrência reforçando a sua camisola amarela. A desilusão foi Cancellara (Team CSC) que foi 5º a 1.05 minutos do americano. O inglês David Millar (Slipstream) com o seu 2º lugar no crono sobe também ao 2º lugar da geral a 49 seg de Leipheimer. Com uma excelente prestação hoje, Christian Vandevelde (Slipstream) sobe ao último lugar do pódio na geral. A equipa Slipstream destacou-se no contra-relógio de hoje com ainda David Zabriskie em 6º lugar e ainda um outro corredor em 11º, quatro corredores nos onze primeiros. Leipheimer tem tudo para vencer o TOC, para isso a Astana terá um grande trabalho pela frente pois as outras equipas não deverão estar dispostas a ajudar. Amanhã será mais um dia difícil com quatro subidas e 170km de estrada, a última oportunidade para os sprinters vencerem.

Leipheimer:"Thanks to sports director Ekimov, was great, really inspirational. He has so much experience, but he lied to me." Eki: "Man, it is so close. You are at 1 second, 2 seconds, Millar is flying." Eki told me I had only the third split time. Every kilometer I was yelling to myself. At the last corner I was praying not to crash. I was a little cross-eyed."

Resultados do contra-relógio:

1 Levi Leipheimer (USA) Astana 30min e 47seg

2 David Millar (GBr) Slipstream 29 seg (na foto)

3 Christian Vandevelde (USA) Slipstream 45 seg

4 Gustav Larsson (Swe) Team CSC 57 seg

5 Fabian Cancellara (Swi) Team CSC 1.05 min

Resultados apos a 5ª etapa:

1 Levi Leipheimer (USA) Astana 21h.14m.52 s

2 David Millar (GBr) Slipstream 49 seg

3 Christian Vandevelde (USA) Slipstream 1.08 min

4 Fabian Cancellara (Swi) Team CSC 1.18 min

5 Gustav Larsson (Swe) Team CSC 1.19m

sexta-feira, fevereiro 22

Volta ao Algarve 2008. Forster vence novamente

Com os candidatos à vitória final à espera do dia de amanhã e os sprinter estrangeiros a dominarem os finais, decidi dar destaque hoje aos dois corredores que têm estado numa interessante luta pelo prémio da montanha.Um deles é António Cosme (Madeinox-Boavista) que na primeira etapa ganhou dois prémios de montanha( 2ª e 3ªcategoria) e até então vestia a camisola. Na 2ª etapa no barlavento algarvio foi a vez de Krassimir Vasilev (Palmeiras-Resort Tavira) conseguir amealhar alguns pontos nas subidas de Marmelete e Aljezur. Hoje, Vasilev decidiu atacar novamente, desta vez na região da sua equipa tentou dar o máximo protagonismo à Palmeiras Resort-Tavira. Com a camisola de Cosme ameaçada este teve que responder e juntar-se ao grupo dos fugitvos. Neste grupo encontrava-se os dois corredores mencionados e ainda Joaquim Gregório (CCLoulé), Gianni Meersman (FDJeux) e António Amorim (Barbot-Siper). Com Vasilev em desvantagem pontual este decidiu atacar antes da primeira subida do dia. O único a responder foi o belga que juntou-se ao búlgaro. Nas quatro categorias de montanha que se seguiram, Vasilev passou em primeiro já que o belga centrava-se na vitória final da etapa. Meersman decidiu assim atacar e seguir sozinho a 25 km do fim com o pelotão a quatro minutos; talvez inspirado pelo canadiano de ontem...O único senão é que ao contrário de ontem, havia aqui várias equipas interessadas numa chegada ao sprint: Team Milram e Gerlosteiner. Depois de grande esforço de ambas as partes, à semelhança da chegada a Lagos, o fugitivo viria a ser alcançado no último quilómetro com o pelotão a “voar” em direcção à meta. Mais uma vez Robert Forster foi o mais rápido reforçando assim a camisola amarela. Krassimir Vasilev é assim o novo camisola da montanha, uma classificação que só vem demonstrar o grande valor da equipa mais antiga do mundo em actividade. Destaque ainda para a melhoria significativa no desempenho dos sprinters portugueses. Amanhã será o dia decisivo com um contra-relógio de 34kms com partida em Castro Marim e chegada em Tavira.

Classificação da etapa:


1 Robert Förster (Ger) Gerolsteiner 5h:27m:41s

2 Jurgen Roelandts (Bel) Silence-Lotto mt

3 Lilian Jégou (Fra) Française des Jeux mt

4 Bruno Neves (Por) LA-MSS mt

5 Manuel Cardoso (Por) Liberty Seguros mt

Classificação Geral continua na mesma.

Classificação da Montanha:

1º BUL VASILEV, Krassimir (Palmeiras Resort–Tavira)

Amanhã à tarde irá dar na RTP2 um resumo do Troféu RTP, primeira prova do calendário português onde Bruno Neves foi o vencedor.

Tour of California 2008: Um feito Épico para um canadiano desconhecido!!

O percurso da quarta e mais longa etapa do Tour of Califórnia é normalmente uma bonita rota ao longo da costa Californiana, mas hoje, foi marcada por um mistura terrível: chuva, frio, vento e até nevoeiro em algumas partes. Com 217km pelo caminho os corredores muito lentamente e bem agasalhado lá seguiram viagem.... Desde cedo um grupo de onze ciclistas destacou-se do pelotão. Tiveram uma vantagem máxima de 3 minutos pois a Astana fazia todo o trabalho lá atrás a fim de controlar a única ameaça: Iker Camaño (Saunier Duvall) que se encontrava a 5 minutos de Leipheimer. Aos 70km faltando ainda 142km, Dominique Rollin (Toyota–United) um dos fugitivos, decidiu atacar e seguir sozinho. No entanto alguns quilómetros mais tarde o canadiano regressava ao grupo devido a uma penalização imposta pelos comissários pois consideraram que este apanhou a roda dum carro!!
Com as 2 contagens de montanha já à vista foi Jackson Stewart (BMC Racing Team) que passou em primeiro; mais tarde viria a desistir devido a hipotermia. Um vento forte era o principal inimigo nesta altura, e a vantagem continuava nos 3 minutos com a Astana mais uma vez em grande esforço. Á medida que iam perdendo corredores no pelotão, os da frente também começaram a sentir o cansaço e a 30km só restavam 7 corredores já com uma vantagem a diminuír estabilizada nos 2 minutos: Edward King (Bissell), Roman Kilun (Health Net), Dominique Rollin, Danilo Wyss (BMC Racing Team), Bauke Mollema (Rabobank), George Hincapie (High Road).

A 20 km do fim Rollin ataca novamente e devia-se sentir muito bem, pois foram 2 ataques num dia!! O grupo separou-se e na perseguição ao canadiano, já só estavam Camaño e Hincapie. Com dois grandes roladores em sua perseguição seria muito difícil para o solitário ser bem sucedido, mas a verdade é que lá conseguiu aguentar-se e obter a maior vitória da sua carreira. A 18 seg chegaram os ex-companheiros de fuga e o pelotão a 2.28min com Ciolek a vencer ao sprint.

Amanhã é um dia decisivo para quem quer vencer o TOC: O contra-relógio de 15km.

Vamos ver se Leipheimer consegue resistir aos 13 seg de vantagem sobre Cancellara!! Duvido....

Devido a ao frio que se fazia sentir e a alguns problemas físicos, vários corredores tiveram que desistir: Heinrich Haussler e Fabian Wegman da Gerolsteiner, Thomas Danielson (Slipstream), ao todo foram 20!

Resultados da etapa:

1 Dominique Rollin (Can) Toyota - United 6h.56m.08s
2 George Hincapie (USA) High Road 18s
3 Iker Camano Ortuzar (Spa)
Saunier Duval-Scott mt
4 Gerald Ciolek (Ger) High Road 2m.28s
5 Mark Cavendish (GBr) High Road

Classificação Geral mantém-se na "mesma"

Classificação dos pontos:
1 Dominique Rollin (Can) Toyota - United 36 pts

Vídeos da etapa.

Descobri um blog (em inglês) que tem dois recentes posts sobre o vencedor de hoje, pra quem quiser, ler é bem interessante:(parte 1, parte 2)

quinta-feira, fevereiro 21

Resultados do dia....

Volta ao Algarve 2008: Primeira vitória da época da Astana.

Thomas Vaiktus foi o vencedor da 2ª etapa. Robert Forster continua na liderança.

Infelizmente, mas por falta de tempo só irei deixar aqui uns links com resumos. Pelo que li e que ouvia quando esperava pelos ciclistas na chegada, foi uma etapa emocionante.

Grande destaque da etapa de hoje no site Infordesporto.

Destaque também no site da Astana.

Fotos.

Resultados da etapa:

1 Tomas Vaitkus (Ltu) Astana 4.32.18 (41,755 km/h)

2 Robert Förster (Ger) Gerolsteiner a 6 seg

3 Björn Schröder (Ger) Team Milram a 4seg

4 Javier Benitez (Spa) Benfica mt

5 Kenny De Haes (Bel) Topsport Vlaanderen mt

9 Manuel A. Cardoso (Por) Liberty Seguros

O vídeo não ficou lá muito bom...mas como foi a 1ª vez tenho desculpa

(chegada ao sprint da 2ª etapa da Volta ao Algarve 2008)

Vuelta a Andalucia 2008: Alessandro Petachi vence pela terceira vez.

Desta vez na região espanhola vizinha, Alessandro Petacchi (Team Milram) repete as três vitórias que obteve o ano passado no Algarve. O sprinter italiano já com 34 anos confirma assim a sua boa forma para o seu próximo objectivo, a clássica Milan-San Remo.

Petacchi:“I want to say special thanks to my team, who did such an excellent job for me. I hope that I will be able to get into even better shape in order to be successful in the first really big race of the season for me, which is of course Milano-San Remo."

Outro vencedor do dia foi Pablo Lastras da Caisse d’Epargne que hoje conseguiu manter a sua vantagem. O corredor espanhol que o ano passado foi 11º no Tirreno-Adriatico prepara-se com uma motivação extra-se para tentar um resultado melhor já no próximo mês. Uma etapa com várias fugas incluindo Visconti(QSI) e Van Summeren(Lotto) mas com grande esforço da Team Milram foram alcançados....

Pablo Lastras:”También le agradezco a nuestro director José Luis Jaimerena, por su trabajo y su apoyo durante toda la carrera. Córdoba es una ciudad que me trae buena suerte ya que aquí, en el 2002, me anoté una etapa de la Vuelta a España",

Resultados da etapa:

1 Alessandro Petacchi (Ita) Team Milram 3.49.20 (40,55 km/h)

2 Denis Flahaut (Fra) Saunier Duval - Scott mt

3 Sebastian Siedler (Ger) Skil-Shimano mt

Resultado individual final:

1 Pablo Lastras Garcia (Spa) Caisse d'Epargne a 20h.33m.15s

2 Clément Lhotellerie (Fra) Skil-Shimano a 0.48”

3 Cadel Evans (Aus) Silence - Lotto a 1.32”

4 Mikel Astarloza Chaurreau (Spa) Euskaltel - Euskadi a 1.36”

5 Juan Manuel Garate (Spa) Quickstep a 1.41”

Classificação dos pontos:

1 Alessandro Petacchi (Ita) Team Milram 75 pts

Classificação da montanha:

José Antonio Lopez Gil (Spa) Andalucía - Cajasur 24 pts

Classificação por equipas:

1 Caisse d'Epargne 61h.44m.46s

Tour of California 2008: Astana no controlo.

Uma etapa emocionante para quem viu em directo!! Com um tímido Sol e uma temperatura amena, a dura etapa de ontem começou com uma fuga: Paul Martens (Rabobank), Cyril Lemoine (Crédit Agricóle), Scott Nydam(BMC) e Steven Cozza (Slipstream). Estes tinham pela frente 4 subidas: três de 4º categoria e ainda uma de categoria especial. Com a Astana sempre no controlo os fugitivos nem conseguiram chegar ao fim da contagem de montanha especial, com o homem da Rabobank, o último sobrevivente, a ser alcançado um pouco antes do pico. Entretanto já alguns tinham desistido, com um problema no estômago que também afectou alguns no pelotão o líder Tyler Farrar foi obrigado a desistir, para além dele Edvald Boassan Hagen (High Road) e Laurent Lefevre (Bouygues Telecom).

Muitos corredores já tinham ficado para trás, incluíndo Cancellara e Hincapie que depois na descida conseguiram, recolar ao grupo da frente já só com 17 elementos. Com ainda uma subida de 1ª categoria e depois 30 km a faltar, Hincapie distancia-se durante a descida!

George Hincapie: “O plano não era alcançar o topo do Sierra Road (1ª categoria) isolado, o plano era ganhar a etapa.”

Mas Hincapie já tinha dado indícios de não estar ao nível de outros corredores e mesmo assim atacou!! Com a equipa de Leipheimer mais uma vez a controlar, a vantagem deste não passou de 1 minuto tendo sido alcançado logo no princípio da subida. A Astana teve um grande trabalho hoje em prol de Leipheimer, principalmente o espanhol Rubiera. “Se Leipheimer foi o condutor, Rubiera foi o motor”(Velonews). Pelo que vi, que foi quando Hincapie atacou, é bem verdade...

A meio da subida já só restavam 5 corredores na frente: Leipheimer e Chris Horner da Astana, Gesink e Mauricio Ardila da Rabobank, e Zabriskie da Slipstream. Nessa altura era Ardila que passava ao ataque até que Gesink e Leipheimer isolaram-se. Com o jovem holandês sempre a puxar na subida e mais atrás Horner na roda de Zabriskie a diferença era de 1.15min. Ainda faltava 30km para o final e um grupo de 12 corredores, entre eles Cancellara e Millar faziam de tudo para alcançar o duo da frente. No entanto Gesink e Leipheimer entenderam-se perfeitamente, ambos trabalhavam para objectivos diferente: um para a vitória da etapa o outro para a camisola amarela, e foi o que se sucedeu. Sem bónus no final da etapa, Leipheimer tem agora 13 segundos de vantagem sobre Cancellara (Team CSC).

Amanhã é a etapa mais longa de 217 km com vista previligiada para o Oceano Pacífico. Com 3 contagens de montanha e um percurso muito acidentado será mais um dia duro para os participantes. A etapa é realizada na nova cada da High Road portanto deve-se esperar surpresas dos "branquinhos".......

Resultados da etapa:

1 Robert Gesink (Ned) Rabobank 4.28.29 (36.94 km/h)

2 Levi Leipheimer (USA) Astana mt

3 Jurgen Vandewalle (Bel) Quick Step a 19 seg

4 Kevin Seeldraeyers (Bel) Quick Step mt

5 José Luis Rubiera Vigil (Spa) Astana mt

Resultados após a 3ª etapa:

1 Levi Leipheimer (USA) Astana 13h.45m.30s

2 Fabian Cancellara (Swi) Team CSC 0.13seg

3 Robert Gesink (Ned) Rabobank a 15seg

Site oficial.

Vários vídeos com resumo da prova.

Fotos, fotos mais fotos.

Um dos sites que gosto particularmente e que dá grande destaque ao TOC é o steephill.tv (ver de baixo para cima). Gostei bastante das sequências das imagens sobre a esta etapa. Acho que vão gostar!

A etapa de amanhã começa às 18h e a chegada prevista é a partir das 23.30h(hora Lisboa). Podem ver em directo aqui.

quarta-feira, fevereiro 20

Resultados do dia....

Volta ao Algarve 2008: Forster ganha na capital algarvia.

Começou hoje a Volta ao Algarve com a primeira etapa entre Albufeira e chegada a Faro de 164,6km. O tempo tem vindo a melhorar, apesar de previsão de aguaçeiros espera-se um bom tempo para a os corredores. A corrida foi protagonizada por uma fuga logo no quilómetro inicial, constituída por seis ciclistas: Matheus Pronk (Cycle Collstrop), António Amorim (Barbot), Bruno Barbosa (Fercase), Joaquim Gregório (Centro Ciclismo Loulé), António Cosme (Boavista) e Paul Sneeboer (Duja Tavira). Este grupo chegou a ter 13 minutos de vantagem mas viriam a ser alcançados a 25km da meta. Ainda houve algumas tentativas de fuga, nomeadamente com Sylvain Chavanel(Cofidis) e Sergey Kolesnikov (Cycle Collstrop) mas as equipas Barloworld e Milram responderam de imediato. Aproximava-se o sprint final e foi Förster o primeiro a cortar a meta. Amanhã irá vestido de amarelo para uma etapa de 189,5km com chegada a Lagos. Para quem conhece a a região fica aqui o percurso. Está prevista a partir das 15.30 a chegada, eu vou lá estar, espero que o vencedor seja português....


Resultados da etapa:

1. GER Robert Förster (Gerolsteineir) 4h:17:30

2. KAZ homas Vaitkus (Astana) a 2seg

3. GER Erik Zabel (Milram) mt

4. BEL Wouter Weylandt (quick-Step) mt

5. ARG Martin Garrido (Palmeiras-Tavira) mt

Classificação da Montanha:

1. ESP Antonio Cosme (Madeinox-Boavista)

Classificação dos pontos.

Etapa em detalhe.
Fotos, mais fotos.

Vuelta a Andalucia 2008: Petacchi repete vitória de ontem!!


Um dia mais calmo na 4ª etapa da Volta à Andalucia. Uma etapa marcada por uma fuga de 5 corredores: Josu Mondelo (Extremadura), Gustavo Domínguez (Karpin Galicia), Jesús Rosendo (Andalucía), Dionisio Galparsoro (Euskaltel) e Alberto Benítez (Saunier). Graças ao trabalho da equipa do vencedor esta foi anulada a 2km do fim!! Ao sprint, o mais rápido foi novamente Alessandro Petacchi .

Classificação da etapa:

1.Alessandro Petacchi (TEAM MILRAM) 4h18:46.
2. Borut Bozic (CYCLE COLLSTROP) m.t.
3. Sebastian Siedler (SKIL-SHIMANO) m.t.

A classificação da geral permanence na "mesma".

Tour of California 2008: Primeira vitória de Boonen nos EUA!

Decorreu ontem a 2ª etapa da Volta à Califórnia. Num dia muito chuvoso e com temperaturas baixas, foram mais uma vez os americanos a aquecerem a corrida. Mais um solitário que andou em fuga durante 4 horas, o ciclista Scott Nydam da BMC Racing Team, equipa que ontem também esteve em destaque com um corredor na frente. Entretanto já no sprints na 2ª metade da corrida depois das contagens de montanha, Tyler Farrar conseguiu ganhar alguns segundos o que o permite ir vestido de amarelo amanhã. O fugitivo que prestou dessa forma homenagem ao pai que infelizmente luta contra o cancro, viria a ser alcançado a 23 kms da meta. Logo de seguida mais um ataque! Desta vez por um françês, Sébastien Turgot da Bouygues Telecom que apesar de conseguir alguma vantagem teve um furo..Quem também teve um furo já nos 10kms finais foi Juan Haedo, apesar disso, conseguiu recompor-se para o sprint final.
O mais interessante nesta etapa e tive sorte de chegar a tempo para ver, foi mesmo o final. A 400m da meta era Cavendish (THR) a lançar o sprint do seu colega, com o seu poder de explosão abriu um buraco de cerca de 15m pois Ciolek(THR) que ia na roda não o acompanhou. Foi preciso um grande esforço de Fred Rodriguez (RRT) que em prol de Cippo conseguiu alcançar o inglês. A vitória no entanto acabou por ser para Tom Boonen (QSI) que ultrapassou Cavendish, este já muito desgastado pelo seu precoce sprint. Em 2º lugar veio o jovem alemão Henrich Haussler (GST) que ontem foi 3º. Hoje nessa posição prestes a fazer 41 anos, ficou Mario Cippolini. A etapa de amanhã com 165kms e várias contagens de montanha já irá fazer estragos certamente.

Resultados da etapa:

1 Tom Boonen (Bel)QSI 5.09.35 (36.125 km/h)

2 Heinrich Haussler (Ger) Gerolsteiner

3 Mario Cipollini (Ita) Rock Racing

4 Mark Cavendish (GBr) High Road

5 Juan Jose Haedo (Arg) Team CSC

Resultados após a 2ª etapa:

1 Tyler Farrar (USA) Slipstream 9h.16m.54s

2 Fabian Cancellara (Swi) Team CSC a 1seg

3 Tom Boonen (Bel) Quick Step a 4seg

Site oficial.

Vídeos com resumo da etapa.

Fotos, mais fotos.

Amanhã, irei certamente ver a etapa que com certeza será muito interessante, pois é umas das que decidem a classificação final. A etapa começa às 18 e a previsão da chegada à meta é a partir das 22 horas (hora Lisboa).

Podes ver a Volta ao Algarve em directo, em texto no Ciclismo Digital. Começou hoje às 11 a corrida.

terça-feira, fevereiro 19

Vuelta a Andalucía 2008: Pettachi vence ao sprint

Alessandro Pettachi venceu hoje a 3ª etapa ao sprint batendo dois compatriotas; o campeão italiano Giovanni Visconti (Quick Step) e Ricardo Riccó (Saunier Duval-Scott). Numa etapa com várias contagens de montanha e o vencedor da primeira etapa, José Antonio López Gil (Andalucía Cajasur), novo líder da montanha, a protagonizar mais uma vez a fuga do dia. Hoje na companhia de Ignacio Sarabia (Extremadura) foram alcançados a 15km do fim. Com uma subida a 15km do final a Caisse d’Epargne impôs um forte ritmo pois o até então líder francês já se encontrava em dificuldades. Provocou assim uma selecção de corredores chegando o grupo da frente com apenas 30 corredores. O novo líder é o espanhol Pablo Lastras da Caisse d’Epargne que parte para a etapa de amanhã com uma vantagem de 48 segundos sobre Clement Lhotellerie (Skil-Shimano). Destacar ainda que esta corrida com o nome de “Rota do Sol” tem sido marcada por muita chuva, com piso escorregadio tem havido muitas quedas: Gert Steegmans, Graeme Brown , Sébastian Langeveld e ainda mais 8 corredores foram vítimas na etapa de ontem.

Resultados da etapa:

1 Alessandro Petacchi (Ita) Team Milram

2 Giovanni Visconti (Ita) Quick Step

3 Riccardo Riccò (Ita) Saunier Duval-Scott

Resultados após a 4ª etapa:

1 Pablo Lastras García CAISSE D'EPARGNE 12h25'09"

2 Clement Lhotellerie SKIL - SHIMANO a 48"

3 Cadel Evans SILENCE - LOTTO a 01'32"

Site oficial.

Perfil da etapa de amanhã.

Só pra lembrar que podem ver a 2ª etapa do Tour da California, aqui. A etapa deve acabar lá para as 22.30 (hora Lisboa)