sábado, outubro 25

Cervélo Team

Em época de crise a surpreendente Cervélo Team continua a dar que falar. Depois de assinar os líderes Carlos Sastre e Thor Hushovd, a equipa canadiana continua a reforçar-se de forma muito inteligente.
Vamos então debruçar-nos sobre as contratações da nova aposta da Cervélo, a sua equipa de ciclismo:
- Daniel Lloyd: referencia como um bom contra-relogista e trepador este ciclista britânico é pouco conhecido devido a nunca ter competido em nenhuma equipa europeia de maior realce. Efectivamente, chegou a competir na Giant Asia (equipa asiática) e no ano passado teve ao serviço da equipa belga de menor nomeada, DFL-Cyclingnews-Litespeed. Vamos ver como reage à pressão da maior notoriedade que vai ter este ano.

- Jeremy Hunt: sprinter australiano que prometeu mais que o que veio a provar. Esteve na Bigmat mas foi na Bookmaker que se destacou. A Credit Agricole apostou na sua contratação, mas o facto de ter de trabalhar para Hushovd (é a sua sina...) não o tem permitido brilhar no panorama internacional.

- Phillipe Deignan: jovem irlandês ex-AG2R. Mostrou ser um ciclista com qualidade na época passada, muito combativo. Será sem dúvida um bom gregário que se confirmar a sua qualidade poderá ter outras oportunidades.

- Hayden Roulston: ciclista neo-zelandês forte rolador com um boa ponta final. Será muito útil a Hushovd tanto na perseguição a fugas como para o sprint final. Tem capacidade para fazer resultados interessantes em provas com pouca montanha.

- Andreas Klier: germânico que foi para uma equipa de segunda numa das melhores fases da sua carreira. Este ano terá a oportunidade de voltar a brilhar nas clássicas
da primavera, sendo um forte candidato a ganhar algumas delas, caso se apresente na sua melhor forma.

- Marcel Wyss: ciclista completo que constitui uma das principais esperanças suíças da actualidade. Este ano deverá ter mais algumas oportunidades na equipa canadiana do que no ano passado na Scott.

- Ignas Konovalovas: talento lituano no contra relógio. Jovem de 22 anos que já por 2 vezes venceu o campeonato de contra relógio do seu país. O ano passado venceu uma etapa na Volta ao Luxemburgo bem como a classificação de melhor jovem da prova.

- Simon Gerrans: ciclista australiano completo, mas mais dotado para ajudar Hushovd a vencer etapas na Volta a França. Talvez a sua etapa conquistada no Tour de 2008 lhe venha a granjear outras oportunidades de brilhar.

- Iñigo Cuesta: ciclista espanhol extremamente experiente será o fiel escudeiro de Sastre na sua luta pelo top 3/5 do Tour do próximo ano.

- Xavier Florencio: ciclista relativamente semelhante a Andreas Klier, interessante para corridas de um dia. Vamos ver se recupera as boas prestações e a boa forma, porque poderá tornar-se um contratação muito útil para a Cervélo.

Esta equipa ainda contratou outros ciclistas de menor nomeada: Martin Reimer (talento alemão; ex - LKT Team-Brandenburg), Rasch (ex - Credit Agricole), Joaquin Novoa Méndez (ex - Team Avila Rojas Ceuta) e Serge Pauwels (ex - Chocolade Jacques-Topsport Vlaanderen).

5 comentários:

aavf disse...

Bela análise! Sem dúvida que a Cévelo formou uma equipa bem interessante com alguns veteranos e muitos jovens bastante promissores. Acrescento que o Gerrans disse numa entrevista recente que terá carta livre nas clássicas das Ardenas e esse será um dos principais objectivos na próxima época, junto com o ajudar a equipa (mais Hushovd) no Tour.

Gabriel disse...

Parece-me que ainda falta gente realmente forte pra ajudar o Sastre na montanha, não me parece que qualquer 1 dos seus companheiros passa ajudar nas etapas de alta montanha, mas a ver vamos!

Lopes disse...

aavf, não tinha conhecimento dessa entrevista do gerrans mas não sei até que ponto ele tem a experiência necessária para liderar nessas provas. Ainda assim, se bem acompanhado, tem um potencial interessante.

Gabriel, realmente concordo consigo. A avaliação individual que fiz não me permitiu aperceber-me desse facto. mas mesmo assim creio que a Cervélo preferirá apostar mais no Hushovd do que num Sastre já com mais um ano...

Lagartixa disse...

acho muito bom esta equipe surgir justo agora, crise, doping, equipes acabando; quero que o ciclismo cresça ainda mais, e esperar para ver !

abraço Lagartixa.

Edi disse...

Além do Thor e Sastre,apenas o Hunt se destaca,o resto só pra fezer número.Me desculpe!mas essa é minha opinião.forte abraço e continue assim.